Bundesliga

O Frankfurt perdeu André Silva para o RB Leipzig, mas arranja uma ótima reposição com Santos Borré

Após ficar sem contrato com o River Plate, Santos Borré atuará na Bundesliga com o Eintracht Frankfurt

Não será fácil para o Eintracht Frankfurt suplantar André Silva em seu ataque. O centroavante viveu uma temporada estupenda em 2020/21 e quebrou o recorde de gols pelo clube numa única edição da Bundesliga, ao balançar as redes 28 vezes. Com as Águias fora da Champions League, ficou mais difícil garantir a permanência do lusitano, que na última semana foi anunciado como reforço do RB Leipzig. Porém, entre as soluções possíveis, o Frankfurt encontrou uma das melhores. O substituto no comando de seu ataque será Rafael Santos Borré, um dos principais responsáveis pelo sucesso do River Plate nos últimos anos. O colombiano tinha ficado sem contrato com os argentinos e chegou de graça ao Deutsche Bank Park.

Aos 25 anos, Santos Borré parece melhor preparado para tentar dar a volta por cima na Europa. O colombiano estourou cedo no Deportivo Cali e acabou levado pelo Atlético de Madrid quando tinha 20 anos. O atacante sequer entrou em campo pelos colchoneros, passando por empréstimo pelo Villarreal sem oferecer muito. A reconstrução de sua reputação aconteceu mesmo a partir da transferência para o River Plate em 2017. Desde então, se transformou numa importante peça do ataque millonario e contribuiu com gols notáveis, especialmente na Libertadores. Também evoluiu nas mãos de Marcelo Gallardo, sobretudo por se tornar um atacante mais completo e de muita inteligência na movimentação.

Com o contrato chegando ao fim, Santos Borré virou um nome forte no mercado de transferências. Alguns clubes brasileiros tentaram contratá-lo, mas a pedida salarial alta o tornava mais propenso a voltar para a Europa. O Eintracht Frankfurt resolveu fazer a aposta. Ao longo dos últimos anos, as Águias impulsionaram diversos atacantes com seu futebol ofensivo. Dentro dessas mudanças nas peças do ataque, o próprio André Silva aproveitou para recuperar sua carreira, depois da frustrada passagem pelo Milan. E o colombiano parece ser uma boa pedida para seguir essa linhagem bem sucedida no Deutsche Bank Park. Contudo, traz consigo características distintas, por ser um atacante de menos presença física e mais mobilidade que seu antecessor.

Vale lembrar que, além de André Silva, o Eintracht Frankfurt perdeu Luka Jovic com o fim do empréstimo junto ao Real Madrid. Santos Borré chega como principal opção ofensiva, ao lado de Gonçalo Paciência, que retorna do Schalke 04. A missão de repensar o funcionamento do time será de Oliver Glasner, substituto de Adi Hütter, após a saída deste rumo ao Borussia Mönchengladbach. O novo treinador vem de um trabalho excelente à frente do Wolfsburg, mas com um estilo de jogo mais reativo e que contava com o trabalho de um centroavante grandalhão. É ver como Santos Borré se adaptará à exigência.

Enquanto isso, André Silva parece dar um salto merecido em sua carreira depois da ótima forma na temporada passada. O atacante foi vendido ao RB Leipzig por €23 milhões e poderá integrar uma equipe não apenas com ambições maiores, mas que também figura na Champions League. O português não disputa o torneio continental desde que deixou o Porto. Agora, chega com bem mais moral depois de não emplacar no Milan. Depois do sucesso em Frankfurt, também seguirá atuando dentro de uma liga na qual se adaptou melhor. A tendência é que siga oferecendo muitos gols aos Touros Vermelhos, sob as ordens de Jesse Marsch.

O RB Leipzig, em particular, ganha muito com a presença de André Silva. O clube dividiu seus gols na temporada passada, mas sentiu falta de um homem mais capaz de acumular tentos como era na época de Timo Werner. Sem que Yussuf Poulsen seja esse jogador e com as dificuldades de adaptação de Alexander Sörloth, os Touros Vermelhos buscam um dos melhores centroavantes à disposição na Bundesliga. É um claro salto de qualidade, ainda mais pensando no acerto anterior com Bryan Brobbey, que veio sem custos do Ajax ao fim de seu contrato.

O Leipzig, inclusive, faz uma das janelas de transferência mais interessantes da Europa até o momento. Além de André Silva e Bryan Brobbey, o clube acertou as contratações dos zagueiros Josko Gvardiol (Dinamo Zagreb) e Mohamed Simakan (Strasbourg), além de comprar em definitivo Angeliño e Benjamin Henrichs. Também há a perspectiva de que Dominik Szoboszlai estreie pela equipe quando se recuperar de sua lesão atual. Em contrapartida, a Red Bull fez dinheiro com as saídas de Dayot Upamecano (Bayern) e Ibrahima Konaté (Liverpool) em sua zaga, além da venda em definitivo de Hannes Wolf para o Borussia Mönchengladbach.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo