Bundesliga

O Bayern agradece: Leverkusen goleia o Dortmund, e vantagem bávara chega a nove pontos

O Dortmund precisava vencer para não deixar o Bayern escapar e fez exatamente o contrário: um jogo horroroso

Os dois líderes do Campeonato Alemão tiveram duelos difíceis neste fim de semana e, após o Bayern de Munique derrotar o RB Leipzig, o Borussia Dortmund precisava ganhar do terceiro colocado Bayer Leverkusen para não deixar os bávaros se afastarem demais, mas fez exatamente o oposto: um jogo muito ruim no Signal Iduna Park que terminou com goleada do Leverkusen por 5 a 2 neste domingo.

Em mais uma exibição defensiva frágil, o Borussia Dortmund perdeu a primeira pela Bundesliga em 2022 e agora está a nove pontos do Bayern de Munique, a 13 rodadas do fim. Como a história nos mostra com clareza, uma diferença dessas para os bávaros costuma ser muito difícil de retirar. O Leverkusen se consolidou em terceiro, com 38 pontos, quatro a mais que o Union Berlim.

Sem Erling Haaland, mais uma vez machucado, o Dortmund até começou o jogo direitinho. Pressionava, recuperava a bola, ameaçava. Mas acabou tendo um primeiro tempo péssimo. Finalizou apenas uma vez, quase no intervalo, apesar de ter feito um gol. A defesa cometeu erros e foi facilmente batida pelas transições rápidas do Bayer Leverkusen.

Aos 10 minutos, Zagadou se enrolou na saída de bola, pressionado por Florian Wirtz. A sobra ficou com Schick, que bateu rasteiro para defesa de Gregor Kobel. O rebote bateu em Akanji e cruzou a linha para abrir o placar ao Leverkusen. O Dortmund respondeu rápido com uma cobrança de falta de Julian Brandt pela direita. Meunier tentou o desvio na primeira trave, não alcançou, mas a bola raspou em Jeremie Frimpong e se tornou o segundo gol contra da partida.

O Leverkusen voltou a ficar à frente em um contra-ataque bem construído, de pé em pé, até Bellarabi pela direita cruzar para Wirtz desviar na cara de Kobel. Os visitantes continuaram atacando bem, com Demirbay ameaçando de primeira da entrada da área e depois outro contra-ataque que terminou com falta de Dahoud em cima de Schick na entrada da área. O árbitro pareceu dar pênalti, mas acabou marcando falta na entrada da área que foi praticamente um pênalti para Robert Andrich. Uma cobrança perfeita para ampliar a vantagem do Leverkusen antes do intervalo.

Marco Rose voltou do intervalo com Marius Wolf no lugar de Thomas Meunier, e o Dortmund até pareceu que adotaria uma postura diferente, com Brandt exigindo boa defesa de Lennart Grill com um chute de fora da área. Mas logo na sequência, em cobrança de escanteio, Zagadou afastou para o meio da área, e Jonathan Tah acertou um chutaço para matar o jogo e transformar o resto do segundo tempo em uma espera pelo apito final.

Enquanto esperava, o Dortmund começou a criar mais chances. Giovanni Reyna não atuava desde agosto, entrou aos 16 minutos e chegou a ficar cara a cara com Grill, que fez boa defesa. O Leverkusen esfregou sal na ferida com o quinto gol, marcado por Moussa Diaby, nos minutos finais. Em outro contra-ataque. Steffen Tigges descontou para o Dortmund.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo