Bundesliga

Nagelsmann testa negativo e, recuperado da COVID-19, voltará ao banco do Bayern contra o Benfica

Nagelsmann ficou duas semanas afastado do dia a dia do clube, embora trabalhasse à distância

O Bayern de Munique contará com o retorno de Julian Nagelsmann ao banco de reservas nesta terça-feira de Champions League, após duas semanas afastado de suas funções. O treinador testou positivo para COVID-19 exatamente na semana do Benfica 0x4 Bayern pela rodada anterior da Liga dos Campeões e, desde então, se mantinha em isolamento. O assistente Dino Toppmöller assumiu temporariamente as funções à beira do campo, presente na histórica goleada por 5 a 0 para o Borussia Mönchengladbach, pela Copa da Alemanha.

Apesar do afastamento, Nagelsmann seguiu presente no dia a dia do Bayern. O treinador seguiu trabalhando, auxiliando nas análises do clube e no planejamento para os jogos. Além disso, discutia com Toppmöller a escalação e a tomada de decisões antes das partidas. Nos últimos dias, o técnico declarou aguardar apenas o resultado negativo de seus exames, para garantir a volta segura às suas tarefas. Assim, poderá participar da reta final da preparação para o reencontro com o Benfica nesta terça.

“Espero que o teste seja negativo e acho que será. Ainda posso dizer que sinto algo no meu corpo, mas nada mais me inibe dos meus afazeres”, declarou Nagelsmann nesta segunda, antes de receber o teste negativo, durante conferência de imprensa à distância. O afastamento do treinador, inclusive, impediu que ele participasse ativamente das discussões ao redor do Bayern depois que Joshua Kimmich revelou que não tinha tomado a vacina – o que causou pertinente debate na Alemanha.

Líder do Grupo E da Champions League com nove pontos, o Bayern poderá assegurar a classificação com uma vitória simples sobre o Benfica na Allianz Arena. Os bávaros também garantirão a primeira posição caso o Barcelona não vença seu compromisso com o Dynamo Kiev. A equipe deverá contar inclusive com a volta de jogadores importantes, incluindo Leon Goretzka e Lucas Hernández.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo