Acabou a história de Shkodran Mustafi no Arsenal. O zagueiro, de 28 anos, chegou aos Gunners em 2016 como uma opção de zaga e se tornou um jogador constante na equipe. Apesar de vir referendado como membro da seleção alemã, não conseguiu passar segurança. Nesta temporada, foi relegado a um reserva que raramente joga. Neste último dia de de transferências de janeiro, ele rescindiu com o clube de Londres e acertou um contrato de seis meses com o 04.

Com Mikel Arteta, Mustafi só jogou nove partidas, três desses jogos na Premier League. Sem espaço, ele acaba negociado para tentar recuperar a carreira, já que ainda é jovem. Sua de segurança atuando na zaga, não só com Arteta mas mesmo com os técnicos anteriores, fez com que o seu tempo no Emirates Stadium tivesse chegado ao fim. Não havia como continuar por lá. Seria pior para ele, que não conseguiria atuar com , e para o clube, que tinha um jogador incapaz de oferecer algo que a posição exige.

“Musti foi um jogador-chave para nós por um longo período de tempo”, afirmou Mikel Arteta. “Ele teve um pape muito importante na minha primeira temporada como técnico e eu gostaria de agradecê-lo por seu profissionalismo e por sempre estar pronto quando o chamamos. Todo mundo no Arsenal deseja a Musti o melhor no Schalke”.

Campeão do mundo pela em 2014, o Arsenal pagou £35 milhões para contratar o zagueiro do Valencia em 2016. Nos seus quatro anos e meio de Arsenal, conquistou duas vezes a Copa da Inglaterra, além de chegar à final da Liga Europa em 2019.

Mustafi chega ao Schalke para substituir Ozan Kabak, de 20 anos, que deixou os Azuis Reais para defender o Liverpool. Os Reds pagarão £1 milhão pelo empréstimo, com adicionais de £1,5 milhão por metas. O clube terá a opção de comprar o jogador por £18 milhões, podendo chegar a um total de £26,5 milhões em adicionais de desempenho.

“Nós estamos convencidos que com Shkodran Mustafi nós podemos ter um zagueiro muito bom e que irá preencher a lacuna esportiva que Ozan está, indiscutivelmente, deixando para trás”, afirmou Jochen Schneider, diretor esportivo do Schalke.