A rodada da Bundesliga começou com uma boa partida, envolvendo dois candidatos às copas europeias. E o Union Berlim reafirmou sua temporada excepcional com mais uma sobre um adversário de peso. Os Eisernen receberam o Bayer Leverkusen dentro do Estádio An der Alten Försterei e tomaram sufoco dos Aspirinas durante boa parte do duelo. No entanto, os berlinenses criaram também chances mais claras nos contragolpes e, durante os minutos finais, Cedric Teuchert garantiu uma enorme vitória por 1 a 0. O resultado, que distancia o Leverkusen cada vez mais da liderança, deixa o Union na zona de classificação à Champions League numa noite inesquecível à sua .

O Leverkusen tinha o controle da bola no início do jogo, mas esbarrava numa defesa muito combativa. O Union Berlim mantinha seu nível de atenção para evitar os riscos e poderia ter aberto o placar aos 15, numa cabeçada perigosíssima de Marvin Friedrich que raspou a trave. O time da casa ainda precisou lidar com a lesão de Sheraldo Becker, com Teuchert saindo do banco aos 20 minutos. Os Aspirinas seguiriam com a iniciativa durante o primeiro tempo, mas com muitas dificuldades para destrancar a área dos Eisernen. Nadiem Amiri, Moussa Diaby e Leon Bailey davam algum trabalho, só que andava difícil de acertar a meta adversária. Quando conseguiam, principalmente em chutes da entrada da área, o goleiro Andreas Luthe estava presente para abafar.

Apesar do primeiro tempo restrito à defesa, o Union Berlim tinha criado a chance mais clara dos 45 minutos iniciais. E voltaria à etapa final buscando um pouco mais o ataque, mesmo que não se expusesse. Os contragolpes dos berlinenses surgiam. Teuchert teve uma chance ótima de abrir o placar aos cinco minutos e tirou do alcance de Lukas Hradecky, mas carimbou a trave. Pouco depois, o atacante também exageraria na e desperdiçaria outro contragolpe. Os Eisernen precisavam apenas acertar a conclusão, porque a estratégia dava certo.

O Leverkusen realizou suas primeiras alterações aos 25 minutos, com as entradas de Charles Aránguiz e Lucas Alario. De fato, os Aspirinas melhoraram com uma pressão mais constante. Mas não era isso que rompia o ferrolho do Union, com muita entrega de seus jogadores e consciência tática. Além disso, a aposta nos contra-ataques permanecia. O gol que premiou o esforço dos Eisernen veio aos 43 minutos, redimindo os erros de Teuchert. Lançado por Christopher Lenz, o atacante saiu nas costas da defesa e finalizou por baixo do braço de Hradecky, enfim balançando as redes. O duelo terminaria com sua dose de tensão, com os jogadores se estranhando de ambos os lados.

Restando uma rodada para o fim do primeiro turno, o Union Berlim se mantém invicto contra os times da parte de cima da tabela. As únicas derrotas aconteceram contra adversários que ocupam posições intermediárias – o Augsburg e o . Diante dos sete clubes que disputam as copas europeias na atual temporada, os berlinenses conquistaram 12 pontos em 18 possíveis, aguardando apenas o confronto com o RB Leipzig na próxima rodada. Além disso, os berlinenses apresentam um desempenho balanceado nesta Bundesliga, com aproveitamentos parecidos como mandante e como visitante. Isso faz a diferença ao time de , que ainda conta com uma forte defesa, mas também possui o segundo melhor ataque da liga.

O Union Berlim termina a sexta-feira na quarta colocação, na zona de classificação à Champions. O time soma 28 pontos e, para se manter por lá, precisa torcer pelo menos por um empate do Borussia Dortmund contra o lanterna Mainz 05. Dificilmente acontecerá, mas a colocação neste início de rodada reitera as condições excelentes para os Eisernen se superarem, depois de uma temporada de estreia já acima das expectativas. O Leverkusen, por sua vez, não sabe o que é vencer desde que jogou a liderança contra o Bayern de Munique. São quatro rodadas em jejum, estacionado com 29 pontos, que deixa sob ameaças sua terceira colocação. Os Aspirinas perderam outro confronto direto nesta sexta, afinal.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore