Bundesliga

Leipzig se despede de Forsberg contra o Hoffenheim, que tenta se firmar na briga por uma vaga europeia

A 15ª rodada da Bundesliga receberá o último jogo em casa de Emil Forsberg com a camisa do RB Leipzig, enquanto o Hoffenheim busca seguir na luta por uma vaga em algum torneio continental

A 15ª rodada da Bundesliga 2023/24 reserva alguns embates entre equipes no topo da tabela de classificação. Um deles é entre o atual quarto colocado RB Leipzig e o sexto Hoffenheim, neste sábado (16), na Red Bull Arena. Por mais que a diferença de pontos entre as equipes seja considerável, não deixa de ser um duelo por uma vaga em torneios continentais na próxima temporada, ainda mais com os outros confrontos diretos na rodada que farão com que outros concorrentes deixem pontos pelo caminho.

O Leipzig tem 29 pontos e pode assumir a terceira posição caso vença e o Stuttgart tropece diante do Bayern de Munique, na Allianz Arena. Já o Hoffenheim tem 23 e está em uma colocação que garante um lugar na próxima Conference League, mas pode encurtar a distância para a zona de classificação para a Champions League e ainda terminar em quinto lugar caso leve a melhor fora de casa e ainda conte com uma derrota do Borussia Dortmund para o Augsburg.

Além de todas as questões na tabela de classificação, o embate marcará a despedida de Emil Forsberg na Red Bull Arena após nove anos em Leipzig. O Hoffenheim, por sua vez, terá de lidar com os muitos desfalques e busca sua segunda vitória contra o pelotão de elite da Bundesliga.

Preocupado com ataque adversário, RB Leipzig se despede de Forsberg

O RB Leipzig vem de três vitórias consecutivas somando todas as competições. As duas primeiras foram contra Heidenheim e Borussia Dortmund pela Bundesliga, enquanto a última foi sobre o Young Boys pela última rodada da fase de grupos da Champions League, na quarta-feira (13). Como já estava classificada para as oitavas de final do torneio e não tinha mais chances de terminar na liderança do Grupo G, a equipe comandada por Marco Rose entrou em campo majoritariamente composta por reservas e preservou boa parte de seus titulares.

Por mais que seu time esteja descansado e esteja em boa fase, Rose projetou um duelo difícil em entrevista coletiva na sexta-feira (15). Para o treinador, é preciso tomar cuidado com a pressão sem a bola do adversário e com o ataque liderado por Andrej Kramaric, autor de sete gols em 12 jogos nesta Bundesliga.

— Eles trabalham muito sem a bola e têm jogadores realmente bons. Andrej Kramaric está em excelente forma, Maximilian Beier está enlouquecendo as coisas no ataque. É simplesmente uma boa equipe que está justamente em sexto lugar. Precisamos de um bom desempenho amanhã e temos que defender com força e poder. Temos muito trabalho a fazer novamente — afirmou Marco Rose.

A partida será a última como mandante do Leipzig em 2023. Até por isso, será a despedida de Emil Forsberg diante da sua torcida. O meio-campista de 32 anos é o segundo jogador com mais jogos pelo clube, com 323 participações, e está de malas prontas para outro time da franquia: o New York Red Bulls. A transferência ainda não é oficial, mas o site de tradicional revista alemã Kicker afirma que o sueco receberá um contrato até 2026 com opção de mais um ano e melhores condições financeiras nos Estados Unidos.

Forsberg foi contratado pelo RB Leipzig em janeiro de 2015 por €3,7 milhões de euros. Na época, ele tinha 22 anos e já fazia parte da seleção da Suécia, além de ter disputado suas primeiras partidas de Champions League pelo Malmo. Após ser peça importante no acesso à Bundesliga, o meia conquistou duas Copas da Alemanha e uma Supercopa da Alemanha. Em 323 confrontos até aqui, foram 70 gols e 68 assistências.

Desfalcado Hoffenheim quer voltar a vencer um time do topo da Bundesliga

Já o Hoffenheim vem de uma vitória por 3 a 1 sobre o Bochum na última sexta-feira (8), pela Bundesliga. O triunfo na Rhein-Neckar-Arena encerrou uma sequência de cinco jogos sem vencer do time comandado por Pellegrino Matarazzo. Por mais que tenha sido contra um clube da parte de baixo da tabela, o técnico acredita que o resultado foi importante.

— A vitória contra o Bochum foi um passo importante. Não só pelos três pontos, mas porque tivemos um bom desempenho numa fase que na verdade foi mais fraca. Todos entenderam que uma vitória contra o Bochum traz tantos pontos quanto uma vitória sobre os líderes da liga. É por isso que estou feliz com o nosso rendimento — afirmou em entrevista coletiva na quinta-feira (14).

Contra equipes da parte de cima da tabela, inclusive, o Hoffenheim tem encontrado dificuldades em conseguir bons resultados. Somando os confrontos com Bayer Leverkusen, Stuttgart, Borussia Dortmund, Eintracht Frankfurt, Freiburg, Borussia Monchengladbach e Augsburg, foram apenas quatro pontos conquistados.

— Muitas vezes o desempenho foi certo, mas não o resultado. Não importa qual seja o nome do inimigo, não nos esconderemos. O campeonato está muito equilibrado. Qualquer um pode vencer qualquer um e é por isso que abordamos o jogo com total convicção — declarou Matarrazzo.

Diante do RB Leipzig, o Hoffenheim não poderá contar com o atacante Wout Weghorst, que sofreu uma ruptura no tendão do adutor esquerdo. Com a ausência do atacante holandês, quem deverá receber uma oportunidade é Ihlas Bebou, que entrou no segundo tempo e marcou diante do Bochum.

— É claro que sentiremos falta do seu tamanho, da sua presença, da sua mentalidade e da sua capacidade de marcar gols. Mas outros jogadores podem trazer outros pontos fortes. Essa é sempre uma oportunidade, embora, é claro, gostaríamos de usar o Wout (Weghorst) — disse Pellegrino Matarazzo.

— Ihlas (Bebou) não tem conseguido jogar com tanta frequência na sua posição favorita no ataque. Ele mostrou contra o Bochum que pode fazer isso bem. Agora é a hora dele brilhar. Espero que seus atuais problemas nos joelhos não sejam tão graves — completou o treinador do Hoffenheim.

Foto de Felipe Novis

Felipe Novis

Felipe Novis nasceu em São Paulo (SP) e cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Antes de escrever para a Trivela, passou pela Gazeta Esportiva.
Botão Voltar ao topo