Bundesliga

Hoffenheim assegura vaga na Champions e fará sua estreia nas copas europeias

O Hoffenheim completou mais uma etapa do projeto esportivo de Dietmar Hopp neste domingo. Com uma vitória emocionante na Rhein-Neckar Arena, os alviazuis confirmaram a classificação inédita à Liga dos Campeões. Derrotaram o Eintracht Frankfurt por 1 a 0, graças ao gol anotado por Benjamin Hübner aos 45 do segundo tempo. Com os três pontos, a equipe de Julian Nagelsmann assume a terceira colocação da Bundesliga, ultrapassando o Borussia Dortmund e sonhando também com a vaga direta na fase de grupos.

VEJA TAMBÉM: Melhor técnico na Alemanha, Nagelsmann revela se inspirar em Cruyff, Guardiola, Klopp e Hitzfeld

Falar dos predicados do Hoffenheim na temporada já se tornou comum. Meses depois de brigar contra o rebaixamento, o time se reinventou nas mãos do talentosíssimo Nagelsmann, de 29 anos. Exibe um futebol ofensivo e eficiente, perdendo menos apenas três vezes, apesar do excesso de empates. O Bayern de Munique, inclusive, não conseguiu derrotar os alviazuis em qualquer um dos turnos. No último encontro, no início do mês, a sensação da Bundesliga derrotou o time de Carlo Ancelotti por 1 a 0, segurando o tarimbado ataque adversário.

Investindo pesado no time de coração, que nunca teve muita tradição no cenário nacional, Hopp mirava as competições europeias como objetivo a mais. O Hoffenheim até havia feito boas campanhas em outras temporadas, mas tinha dificuldades para manter o ritmo no segundo turno. Desta vez, deu um passo além. Curiosamente, o sucesso acontece quando o cofundador da SAP diminui a injeção de seu dinheiro. Com o magnata priorizando também a melhora da infraestrutura desde a sua chegada, não só as contratações ou os altos salários, o clube viveu em 2016 o primeiro ano de independência financeira sob o comando de Hopp. Agora, os alviazuis terão mais uma fonte de receitas para se sustentarem com as próprias pernas, graças à premiação oferecida pela Uefa.

VEJA TAMBÉM: A face pouco mostrada de Dietmar Hopp, o homem mais odiado do futebol alemão

Levando em conta também os representantes da antiga Alemanha Oriental, o Hoffenheim se torna o 61° clube alemão a disputar as competições europeias e o 28° a entrar na Liga dos Campeões – incluindo as preliminares. Considerando apenas os classificados pela “república federativa”, no entanto, o feito se torna mais raro: 36° no geral e 19° na Champions. Não havia um novato do país desde 2005/06, quando Jürgen Klopp levou o Mainz 05 à então chamada Copa da Uefa. Já na Liga dos Campeões, o último estreante alemão foi o Wolfsburg, em 2009/10.

A preparação à temporada, com duas frentes pesadas, precisa começar o quanto antes. O Hoffenheim já sabe que terá duas perdas sentidas, com as saídas de Sebastian Rudy e Niklas Süle para o Bayern de Munique. Meio-campista do Werder Bremen, Florian Grillitsch é a primeira novidade confirmada, mas talvez Hopp decida abrir um pouco os cofres desta vez. De qualquer maneira, dificilmente os alviazuis cometerão loucuras para a nova empreitada. Se a classificação à Champions não dependeu de exageros, não será a vaga continental que deverá mudar a política interna.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo