O atacante Erling Braut Haaland, do Borussia Dortmund, foi o vencedor do prêmio de Golden Boy em 2020, vencendo a concorrência com Ansu Fati, do Barcelona. O jogador do clube catalão até teve mais votos na eleição popular, mas o norueguês venceu entre os jornalistas. O prêmio escolhe o melhor jogador sub-21 da temporada. Além do norueguês, Sandro Tonali, atualmente no Milan, foi escolhido o melhor jogador italiano sub-21.

LEIA TAMBÉM: Estes são os 20 finalistas do prêmio Golden Boy de 2020

Haaland coleciona recordes. Ele foi o jogador a marcar mais gols em uma só partida de um Mundial sub-20, ao fazer nove gols contra Honduras no torneio, em 2019. Tornou-se o primeiro jogador na história da Champions League a marcar seis gols nos seus primeiros três jogos. Na Bundesliga, também bateu um recorde ao ser o primeiro a conseguir marcar cinco gols nos seus primeiros dois jogos.

O jovem atacante foi perguntado sobre as constantes especulações sobre o seu nome, sempre ligado a uma transferência para deixar o Borussia Dortmund. O camisa 9 dos aurinegros, de 20 anos, foi contratado por € 20 milhões em janeiro de 2020. Uma barganha. Seu contrato com os alemães vai até 2024, mas poucos acreditam que ele cumprirá até o fim.

Um dos clubes especulados para contratar o centroavante é a Juventus. O Tuttosport, que oferece o prêmio a jogadores com menos de 21 anos, fez uma entrevista com o norueguês. O jornal é de Turim, cidade da Juventus, e a pergunta sobre isso foi inevitável. “Isso é o que eles estão dizendo, mas eu nunca disse isso. Estou no Borussia Dortmund há um ano. Eu estou bem aqui, estou feliz aqui”.

Ele também comentou sobre a conquista do prêmio e, além disso, a concorrência com Robert Lewandowski na Alemanha. “É um grande prêmio. Eu estou orgulhoso disso. É uma motivação fazer melhor e perseguir outros objetivos que eu tenho”.

“Os últimos 18 meses foram incríveis para mim. Eu aproveitei muito esse tempo em dois clubes fantásticos, primeiro no Red Bull Salzburg e depois no Borussia Dortmund”, contou Haaland. “A Bola de Ouro é um sonho para todo mundo, mas para mim é hora do Golden Boy e eu estou orgulhoso de ter vencido”.

“Eu tenho muitos ídolos na minha vida, eu tento aprender o máximo possível de outros atacantes. [Zlatan] Ibrahimovic é um dos melhores de todos os tempos e eu tento aprender o quanto posso dele, é um dos meus ídolos”, contou ainda o centroavante norueguês.

“Meu maior sonho é obviamente vencer a Champions League”, contou o jogador ao Tuttosport. “Eu quero ganhar títulos com o Dortmund. Neste momento, o Bayern de Munique é o melhor time do mundo e nós temos que encontrar uma forma de chegar a um nível mais alto e vencê-los. Nós iremos tentar, com toda nossa força”.

O atacante ainda tratou de elogiar o seu empresário, o super agente Mino Raiola, que representa outras estrelas mundiais, como Zlatan Ibrahimovic. “Mino me ajudou muito. Ele é o melhor agente do mundo. Eu quero continuar assim na minha carreira junto com ele”.

Lewandowski está na lista de finalistas do prêmio da Fifa, The Best, e Haaland foi perguntado sobre o concorrente. “Ele é um dos melhores jogadores do mundo. Eu o observo. Eu gostaria de vencer o que ele está vencendo e atingir objetivos similares a ele”, comentou.

O centroavante do Dortmund também foi perguntado sobre Jens Peter Hauge, seu compatriota e companheiro de seleção norueguesa, contratado pelo Milan e que tem impressionado nesses primeiros meses de clube. “Hauge é meu amigo. Fiquem de olho nele. Eles pegaram um verdadeiro talento e ele está jogando em um lindo clube do Milan. Eles estão em uma liga excelente e podem fazer grandes coisas”, afirmou Haaland.

O número de gols do atacante é algo assustador. São 16 gols em 12 jogos de Champions League até aqui, jogando por Red Bull Salzburg e Borussia Dortmund. No seu início de carreira, o norueguês jogou pelo Molde e marcou 20 gols em 50 jogos. Foi a última vez que ele teve mais jogos que gols. Enquanto defendeu o Red Bull Salzburg, Haaland fez 29 gols em 27 jogos. No clube alemão, são 33 gols em 32 jogos. Na seleção norueguesa, são seis gols em sete jogos. A média é mesmo impressionante.