Bundesliga

Guia da Bundesliga 2020/21: Arminia Bielefeld

Cidade: Bielefeld, Renânia do Norte-Vestfália (334 mil habitantes)
Estádio: Schüco-Arena (27,3 mil espectadores)
Técnico: Uwe Neuhaus (desde dezembro de 2018)
Posição em 2019/20: Campeão da segundona
Participações na Bundesliga: 17
Projeção: luta contra o rebaixamento
Principais contratações: Christian Gebauer (A, Altach), Jacob Barrett Laursen (D, Odense), Nathan de Medina (D, Mouscron), Noel Niemann (A, Munique 1860), Mike van der Hoorn (D, Swansea), Ritsu Doan (A, PSV), Sergio Córdova (A, Augsburg)
Principais saídas: Jonathan Clauss (A, Lens), Patrick Weihrauch (M, Dynamo Dresden), Keanu Staude (A, Würzburger Kickers), Florian Hartherz (D, Fortuna Düsseldorf), Philipp Klewin (G, Erzgebirge Aue), Álex Pérez (D, Logroñes), Stephan Salger (D, Munique 1860), Nils Quaschner (A, sem clube), Tom Schütz (M, sem clube)
Brasileiros no elenco: Nenhum
Time na estreia da Pokal: Ortega Moreno, Brunner, Pleper, Nilsson, Laursen; Prietl, Consbruch, Hartel; Doan, Klos, Soukou.

A segunda divisão da Bundesliga estava repleta de camisas pesadas na temporada passada. Apesar de sua tradição, o Arminia Bielefeld não era uma delas. Mas os Azuis terminaram não apenas com o acesso antecipado, como também faturaram o título da segundona. Foi uma campanha brilhante, na qual a concorrência de Hamburgo ou Stuttgart não intimidou. O time treinado por Uwe Neuhaus tomou a liderança ainda no fim do primeiro turno e não saiu mais, consumando uma promoção incontestável.

Por estar inserido em uma cidade pequena e por não ter grandes possibilidades comerciais ao seu redor, o Arminia Bielefeld deixa dúvidas quanto à sua própria continuidade na Bundesliga. De qualquer maneira, o acesso já representa uma enorme história de superação ao clube, que não faz muito tempo sofria com a crise e com enormes mazelas. Os Azuis haviam feito sua última aparição na elite em 2009, mas a má gestão culminou em rebaixamentos seguidos e duas aparições na terceirona durante a última década. O estádio precisou ser vendido a empresários locais, para que se evitasse os riscos de insolvência. Entretanto, a recuperação também permitiu que o clube zerasse suas dívidas e ganhasse estabilidade para reaparecer na primeira divisão.

Mesmo se acertando fora de campo, o Arminia Bielefeld correu riscos de rebaixamento no início da temporada 2018/19. Foi então que chegou Uwe Neuhaus, o treinador que mudou os rumos do clube. Mais do que afastar os temores, o comandante levou os Azuis a uma segura sétima colocação naquela campanha. Depois, em sua primeira temporada completa, acertou o time para brigar com os favoritos e conquistar a competição. O Arminia impressionou por sua consistência tanto em casa quanto fora, com aproveitamentos idênticos como mandante e como visitante. Ainda fechou a caminhada com o melhor ataque e a melhor defesa, além de míseras duas derrotas sofridas.

Obviamente, o nível de exigência muda na primeira divisão. Mas a forma como o Arminia Bielefeld bateu de frente com os clubes tradicionais e se portou na segundona leva a crer que, mesmo sem tantas expectativas ao seu redor, dá para ser competitivo. A maneira como o time irá se portar é que deixa a dúvida, considerando o estilo de jogo agressivo e atrativo desempenhado pelos comandados de Uwe Neuhaus nos últimos meses. Manter-se aberto para encarar times com mais recursos é uma temeridade – e o sucesso do Union Berlim na Bundesliga passada se deve muito mais ao pragmatismo dos Eisernen, por exemplo.

Até por não contar com um elenco tão jovem, o Arminia Bielefeld conseguiu segurar a maioria de seus titulares. A principal ausência é do ponta Jonathan Clauss, que preferiu voltar ao seu país natal e assinou com o Lens. Já as contratações são relativamente modestas, sem qualquer custo. O nome mais conhecido na Bundesliga é o centroavante Sergio Córdova, que não fazia lá muito sucesso no Augsburg e chega emprestado. Vale prestar mais atenção nas apostas do exterior. Ritsu Doan também vem emprestado, do PSV, com bons momentos pelo Groningen e experiência pela seleção japonesa. Já o zagueiro Mike van der Hoorn tem passagens por Ajax e Swansea no currículo.

O grande protagonista do Arminia Bielefeld, de qualquer forma, é um velho conhecido da torcida: Fabian Klos. O centroavante está no clube desde 2011 e, aos 32 anos, é um exemplo de dedicação. Teve propostas de clubes de divisões acima, mas preferiu seguir em Bielefeld e seu empenho foi agraciado. Terminou a segundona como artilheiro, autor de 21 gols, e grande artífice do acesso. Dono da braçadeira de capitão, será um grande personagem a se acompanhar, ainda mais pela recompensa de toda uma caminhada que inclui as provações na terceira divisão.

Além de Klos, o ponta Andreas Voglsammer foi outro a brilhar no título da 2. Bundesliga, mas começa a nova temporada machucado e só deve voltar ao time em outubro. O meia Marcel Hartel, o volante Manuel Prietl e os zagueiros Joakim Nilsson e Amos Pieper são outros que compõem a espinha dorsal. Todos estavam presentes na abertura da temporada, que não começou nada bem: o Arminia Bielefeld foi eliminado logo na primeira fase da Copa da Alemanha, derrotado por 1 a 0 pelo Rot-Weiss Essen, da quarta divisão.

A eliminação é um tremendo aviso de que os próximos meses poderão ser duros ao Arminia Bielefeld. Por sua estrutura e pelo próprio cenário desfavorável com a pandemia, o clube não poderia cometer loucuras pelo acesso. O jeito é confiar no bom trabalho que já vinha sendo realizado e esperar que isso basta para que se consiga a quantidade mínima de pontos para sobreviver na elite. Há elementos positivos que garantem um pouco de esperança, mas talvez o próprio impacto na segundona seja um ponto fora da curva. Porém, a uma agremiação que se via no fundo do poço não faz muito tempo, desfrutar a primeira divisão já é uma recompensa.

O treinador

Como jogador, Uwe Neuhaus teve uma carreira razoável na Bundesliga, líbero do modesto Wattenscheid 09 na virada dos anos 1980 para os 1990. À beira do campo, em compensação, chegou a ser campeão como assistente de Matthias Sammer no Borussia Dortmund de 2001/02. Depois daria seus próprios passos, trabalhando por sete temporadas no Union Berlim e também criando vínculo no Dynamo Dresden. O Arminia Bielefeld, ainda assim, marca o ápice de sua carreira e a estreia como treinador principal na elite. Tem méritos pela maneira como transformou o espírito em Bielefeld nestes quase dois anos de trabalho. Formou um time bem estruturado e com senso coletivo, apesar do estrelato de Fabian Klos. Resta saber se será suficiente.

A referência

Fabian Klos fazia seus gols no Wolfsburg II quando aceitou uma proposta para se juntar ao Arminia Bielefeld em 2011. Transformaria sua história e a do próprio clube, mesmo começando essa relação na terceira divisão. Em nove temporadas com os Azuis, o centroavante já superou os 150 gols e quase sempre registra dois dígitos na liga. Tem bom porte físico, mas também é participativo e facilita aos seus companheiros. Uma grande liderança, construiu sua idolatria como herói de uma camisa e como craque nas divisões de acesso. Agora, poderá se provar contra os melhores do país.

O reforço

Cria do Gamba Osaka, Ritsu Doan não demorou a se adaptar ao futebol europeu. O japonês fez duas boas temporadas pelo Groningen, a ponto de atrair o interesse do PSV e chegar bem cotado aos Boeren. O ponta direita não emplacou em Eindhoven, mas o clube optou por emprestá-lo para se desenvolver um pouco mais. A Bundesliga oferecerá um bom teste ao jogador habilidoso e com capacidade de marcar gols. É driblador e também pode ajudar nas bolas paradas. Já soma 18 aparições pela seleção principal do Japão.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo