Bundesliga

Gnabry liderou o baile do Bayern contra o Stuttgart, com três gols e duas assistências nos 5×0

Gnabry teve grande atuação em sua cidade natal, enquanto Lewandowski igualou mais um recorde de Gerd Müller

Serge Gnabry merece ser lembrado como um dos grandes artífices do Bayern de Munique na conquista da Tríplice Coroa em 2019/20. Porém, o rendimento do ponta caiu na temporada passada e, sob as ordens de Julian Nagelsmann, ele até passou a frequentar o banco de reservas. Nesta terça, em compensação, o camisa 7 parecia particularmente motivado para enfrentar o Stuttgart, seu antigo clube, em sua cidade natal. Gnabry comandou a inapelável goleada do Bayern por 5 a 0 na Mercedes-Benz Arena, com três gols e duas assistências. Robert Lewandowski também teria seu protagonismo, ao anotar dois tentos e chegar aos 42 gols pela Bundesliga no ano – igualando outro recorde de Gerd Müller, estabelecido ao longo de 1972.

Mesmo lidando com muitos desfalques e escalando Jamal Musiala como volante, o Bayern de Munique não teve problemas para tomar conta do jogo durante os primeiros minutos, mas não exibia tanta precisão nas conclusões. Gnabry já era um dos nomes mais ativos do ataque e criaria as primeiras chances, só que estava mal nas finalizações. Aos 19, o ponta chegou a passar pelo goleiro Florian Müller, mas ficou com pouco ângulo e bateu para fora. O Stuttgart não produzia muito do outro lado, mas Omar Marmoush levou perigo com um chute para fora aos 25, em contra-ataque.

Uma notícia ruim para o Bayern veio aos 27, quando Kingsley Coman sentiu e deu lugar a Leroy Sané. A perda não gerou grandes impactos no jogo dos bávaros, que permaneciam com a iniciativa e viam os oponentes limitados a raras escapadas. E a superioridade dos visitantes se converteu em gol aos 40. Um golaço de Gnabry. Num avanço puxado por Sané, o substituto correu por todo o campo de ataque e só rolou na entrada da área. Gnabry estava livre pelo lado esquerdo e deu um ótimo tapa de primeira, tirando a bola do alcance de Florian Müller e acertando a gaveta.

O Stuttgart voltou ao segundo tempo bem mais agressivo e passou a arriscar bem mais no ataque. Os suábios tinham volume de jogo e emendavam finalizações. Porém, também sobrariam espaços para o Bayern contragolpear e, assim, ampliar a contagem. Gnabry marcou o seu segundo aos oito. Numa bola recuperada no meio, Musiala deu o passe para o companheiro em velocidade. Dentro da área, Gnabry deu uma finta seca no marcador e finalizou com calma no contrapé do goleiro Müller.

O gol não esfriou totalmente o Stuttgart, mas dificultou bem mais a missão. E o Bayern, por mais que demonstrasse certa permissividade na defesa, abriu a porteira de vez aos 24. O terceiro inaugurou a conta de Robert Lewandowski. Gnabry deu um lançamento no peito do polonês, que avançou com muita frieza e deu um toquinho na saída do goleiro. Três minutos depois, Lewa marcaria o quarto da equipe. Musiala roubou a bola com certa carga faltosa, Niklas Süle descolou um grande lançamento, Gnabry arrancou pela direita e cruzou para o polonês completar de carrinho. E o quinto já surgiria aos 29, num cruzamento de Thomas Müller que o goleiro Florian Müller soltou e Gnabry só cutucou para consumar sua tripleta.

O Bayern de Munique acionou o banco de reservas e tirou o pé do acelerador durante a reta final do jogo, mas não abdicou totalmente do ataque. Florian Müller faria duas defesas em sequência pouco depois do quinto gol, enquanto Lewandowski acertaria a trave num tiro cruzado aos 38. O Stuttgart ainda tentava fazer seu tento de honra, sem muito sucesso. No fim, o árbitro sequer quis dar acréscimos, com o baile desenhado.

O Bayern de Munique chega aos 40 pontos na abertura da rodada da Bundesliga, isoladíssimo na liderança. São nove pontos de vantagem sobre o Borussia Dortmund, que enfrentará o lanterna Greuther Fürth nesta quarta. Já o Stuttgart vinha de recuperação recente, mas ainda aparece em situação perigosa. São 17 pontos para os suábios, apenas um acima do Z-3. Precisarão secar o Augsburg para não serem ultrapassados.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo