Bundesliga

Eintracht Frankfurt quer levar Raúl de volta à Alemanha para ser técnico

Ídolo do Real Madrid passou pelo Schalke e dirige o time Castilla da equipe espanhola, mas é cotado para ser o técnico principal do clube alemão

Raúl González teve uma carreira longa de sucesso no Real Madrid, onde se tornou uma lenda, mas também tem uma passagem marcante pelo Schalke 04 no final da carreira. O ídolo madridista e espanhol marcou época nos dois anos que defendeu os Azuis Reais. E agora ele é cotado para voltar ao país. Segundo o Goal, ele é o nome que o Eintracht Frankfurt quer para ser o próximo técnico do clube.

O ídolo começou a carreira no próprio Real Madrid, onde é, atualmente, treinador do time Castilla, o time B dos merengues. Antes, treinou também outras equipes nas categorias de base, além de dirigir o sub-19 na Champions League da categoria. Está no Real Madrid como técnico das categorias de base desde 2018. Em 2019, assumiu o Castilla, onde já dirigiu a equipe por 51 partidas.

Segundo o Goal, as conversas entre clube e jogador já começaram, mas foram interrompidas e só serão retomadas ao final da atual temporada. Os dois lados querem primeiro terminar a temporada 2020/21 de forma positiva, mas tanto o ex-jogador quanto o clube sabem que há uma abertura para negociação ali. O Eintracht Frankfurt monitora a atuação de Raúl como técnico há cerca de um ano. Um dos sucessos que ele conseguiu por ali foi o título da Uefa Youth League, que é uma Champions League das categorias de base.

O Frankfurt perderá o técnico Adi Hütter, que faz ótima campanha, para o Borussia Mönchengladbach na próxima temporada. O Gladbach, por sua vez, perderá Marco Rose para o Borussia Dortmund. A dança das cadeiras abriu um lugar no Frankfurt e Raúl é considerado o candidato ideal para a diretoria do clube para ocupar o posto. Os dirigentes têm dado ênfase à experiência de jogador de Raúl no Schalke, que foi um sucesso na época. Por isso, consideram que ele estaria adaptado à cultura alemã.

A questão é saber se Raúl aceitaria deixar o Real Madrid. Ele é visto como um treinador para o futuro do clube, quando Zinedine Zidane deixar o cargo. Se isso acontecer já ao final da próxima temporada, ele poderá ser promovido. Se não, Zidane tem contrato até 2022 e pode ser o momento de Raúl fazer a transição da base para o time principal. Resta saber o que os dois lados farão ao final da temporada.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo