Bundesliga

Dortmund atropelou um apático Wolfsburg e construiu uma goleada histórica: 6 a 1

Ligado no jogo, o Dortmund abriu 5 a 0 no primeiro tempo e saiu de campo com uma goleada avassaladora para ainda sonhar com a taça

O Borussia Dortmund ainda sonha com o título da Bundesliga, mas sabe que precisa fazer todos os pontos, se possível, para ter chance. Neste sábado, conquistou bem mais do que os três pontos: goleou de forma avassaladora o Wolfsburg por 6 a 0, com direito a dois gols de Erling Braut Haaland. O Dortmund ainda sonha com o título do Campeonato Alemão, ainda que já seja bastante difícil com apenas quatro jogos restantes e seis pontos de diferença.

O jogo até começou com um certo equilíbrio e o Wolfsburg chegou a ameaçar nos primeiros minutos. Isso até os 24 minutos, quando Julian Brandt passou para o ala esquerdo Tom Rothe marcar 1 a 0. Com apenas 17 anos, o lateral esquerdo é uma aposta dos aurinegros para a posição e ganhou a sua primeira oportunidade no time principal. Ele vinha jogando pelo time sub-19 do clube e da seleção alemã.

Dois minutos depois de abrir o placar, o Dortmund chegou ao segundo gol. Haaland foi quem passou para Axel Witsel chegar ao ataque a finalizar cruzado, já dentro da área, e marcou 2 a 0. Antes que o Wolfsburg pudesse soletrar Volkswagen, veio o terceiro gol do Dortmund em cobrança de falta de Marco Reus para o zagueiro Manuel Akanji tocar e marcar 3 a 0.

A situação estava terrível para os visitantes no Signal-Iduna Park. Aos 34 minutos, Marius Wolf acionou Emre Can, que tocou para marcar o quarto gol do jogo: 4 a 0. Ainda no primeiro tempo, aos 38 minutos, foi a vez do artilheiro marcar. Reus fez a jogada pela ponta esquerda e tocou para o meio, onde Haaland, livre, tocou para o gol vazio e cravou 5 a 0. Foi o placar do primeiro tempo.

No começo da segunda etapa, o Dortmund aproveitou para aumentar a conta e dar mais alegria aos seus torcedores: Brandt fez a jogada e acionou Haaland, que não perdoou: 6 a 0. Com o sexto gol, o Dortmund enfim diminuiu a marcha e passou a controlar mais o jogo, se desgastando menos em campo. O Wolfsburg pouco conseguia fazer em campo e parecia só tentar não tomar mais gols e sofrer uma goleada ainda pior.

Aos 36 minutos, Marin Pograncic falhou e perdeu a bola para Felix Nmecha, que avançou com a bola, chegou até a área, finalizou, mas o goleiro Gregor Kobel conseguiu defender. No rebote, Ridle Baku fintou e chutou forte para marcar: 6 a 1.

Foi o placar final. Com 63 pontos, o Dortmund está a seis do Bayern de Munique, que ainda joga na rodada. Restarão quatro jogos para tentar tirar essa diferença e ainda há o confronto direto, na próxima semana. Será uma chance de reduzir essa diferença e tornar a reta final mais emocionante.

Ao Wolfsburg resta a preocupação pela ameaça do rebaixamento, que ainda existe. Com 34 pontos, o time é o 13º, seis pontos à frente do Stuttgart, 16º, posição que leva o time ao playoff contra o descenso. São seis pontos de diferença, o que parece muito para ser tirado em quatro rodadas, mas é preciso ficar atento para não correr esse risco.

Melhores momentos do jogo:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo