Bundesliga

Despedida de Haaland, Stuttgart se salva e Union Berlim na Liga Europa: a última rodada da Bundesliga

Em última rodada com reviravoltas, o Stuttgart se salva do risco de rebaixamento e empurra o Hertha para o playoff; Union Berlim consegue vaga à Liga Europa

Foi uma última rodada movimentada na Bundesliga desta temporada 2021/22. Tivemos a despedida da estrela Erling Haaland do Borussia Dortmund, Freiburg e Union Berlim classificados às competições europeias, o Arminia Bielefeld, rebaixado diretamente com o Greuther Fürth e o Hertha Berlim no playoff do rebaixamento. O RB Leipzig, que ainda corria risco de perder o quarto lugar e a vaga na Champions, conseguiu se garantir no torneio com um empate e graças também à derrota do Freiburg para o Bayer Leverkusen.

Lewandowski comemora seu 35º gol na Bundesliga no jogo contra o Wolfsburg (RONNY HARTMANN/AFP via Getty Images)

Wolfsburg 2×2 Bayern de Munique

O campeão, Bayern de Munique, fechou a sua campanha com um empate por 2 a 2 com o Wolfsburg na Volkswagen Arena. Os bávaros abriram 2 a 0 ainda no primeiro tempo com gols de Josip Stanisic e Robert Lewandowski, além de um gol anulado pelo VAR de Jamal Musiala. Nos primeiros minutos do segundo tempo, o Wolfsburg empatou. Primeiro, diminuiu a diferença com Jonas Wind, logo no primeiro minuto, e depois Max Kruse, aos 13.

A situação não mudou muito para nenhum dos dois times. O Bayern já era campeão há algumas rodadas e o Wolfsburg ficou no meio da tabela, não disputava nada – nem corria risco de rebaixamento, nem tinha chance de classificação a uma competição europeia.

Endo (esq.) comemora o seu gol e torcida invade o campo (Matthias Hangst/Getty Images)

Stuttgart 2×1 Colônia

A Mercedes Benz Arena viveu um dia de grandes emoções. Precisando da vitória, o Suttgart começou bem: marcou 1 a 0 aos 12 minutos, mas com direito a emoção. Sasa Kalajdzic cobrou, o goleiro Marvin Schwäbe defendeu, mas Kalajdzic marcou no rebote: 1 a 0. No segundo tempo, Anthony Modeste marcou o gol de empate para o Colônia, aos 14 minutos. Este gol colocava o Stuttgart no playoff contra o rebaixamento. O time da casa precisava de mais um gol.

Ele veio, mas foi só no final do jogo. Eram 47 minutos quando o japonês Wataru Endo, o capitão do time, marcou o gol depois de uma assistência do seu compatriota Hiroki Ito. Os 2 a 1 levaram a galera ao delírio, com alegria da salvação do descenso. Empurrou assim o Hertha Berlim para o inferno do playoff. O Colônia fica com a sétima posição e vai à Conference League.

Haaland comemora seu último gol pelo Borussia Dortmund (Lars Baron/Getty Images)

Borussia Dortmund 2×1 Hertha Berlim

Na despedida de Erling Haaland, quem roubou a cena foi o novato Youssoufa Moukoko, de apenas 17 anos. O jovem alemão já tinha sido o mais jovem a marcar um gol pelo Campeonato Alemão. Os berlinenses precisavam de um resultado para não caírem para a 16ª posição e, assim, terem que disputar os playoffs do rebaixamento.

Por isso, o pênalti marcado sobre Maximilian Mittelstädt aos 17 minutos foi crucial. Ishak Belfodil cobrou com precisão e marcou 1 a 0 para o time da capital, resultado que seria o suficiente para salvar o time do risco de descenso.

O Borussia Dortmund fez um jogo muito ruim. O desempenho foi de um time bastante desestimulado em campo. Mesmo assim, conseguiu o empate já no segundo tempo, também de pênalti, com Erling Haaland. Termina a sua passagem pelo clube com 89 jogos e 86 gols, uma marca espetacular. Ele será jogador do Manchester City na próxima temporada.

Quem decidiu o jogo em favor dos aurinegros foi um jovem. Youssoufa Moukoko entrou no lugar de Axel Witsel e mudou a partida logo no seu primeiro lance. Recebeu um passe excelente de Jude Bellingham, um dos destaques da temporada do Dortmund, e finalizou para vencer o goleiro Marcel Lotka e virar o jogo para 2 a 1.

Além de Haaland, também se despediram do Dortmund Marcel Schmelzer, que pendurou as chuteiras, e o diretor Michael Zork também deixa o clube. Para o Hertha Berlim, é uma situação terrível: precisará enfrentar o terceiro colocado da segunda divisão em jogos de ida e volta para tentar permanecer na primeira divisão. E o adversário pode ser de peso: Werder Bremen, Hamburgo, Darmstadt e até o St. Pauli ainda disputam a vaga, que atualmente é ocupado pelo Hamburgo. Pode ser um clássico alemão valendo vaga na Bundesliga.

Jogadores do Leverkusen comemoram (Dean Mouhtaropoulos/Getty Images)

Bayer Leverkusen 2×1 Freiburg

O Bayer Leverkusen conseguiu vencer o Freiburg por 2 a 1, o que tirou dos visitantes a chance de uma classificação à Champions League. O brasileiro Paulinho foi um dos destaques do jogo, com mais uma boa atuação pelo lado do campo, no 4-4-2 de Gerardo Seoane.

O primeiro gol da partida só saiu no segundo tempo. Lucas Alario marcou 1 a 0 aos oito minutos da etapa final. O empate do Freiburg veio aos 43 minutos, com Janik Haberer, o que significava, além do empate por 1 a 1, uma chance de tentar uma virada nos minutos finais.

Só que foi no desespero do Freiburg em tentar abraçar uma vaga na Champions que veio o gol da vitória do Leverkusen. Depois de um escanteio para o Freiburg que até o goleiro Mark Flekken foi para a área, veio então o contra-ataque e Exequiel Palacios, pouco à frente do meio-campo, bateu para o gol vazo e colocou na rede: 2 a 1.

O Leverkusen está na Champions League, garantido como terceiro colocado. O Freiburg não conseguiu uma vitória que o colocaria na Champions e ainda caiu uma posição, terminando em sexto lugar. Vai para a Liga Europa junto com o Union Berlim.

Jogadores do Union Berlim comemoram com a torcida (Martin Rose/Getty Images)

Union Berlim 3×2 Bochum

Jogando em casa, o Union Berlim sonhava em ficar com uma vaga na Liga Europa, mas estaria feliz ao repetir o desempenho da temporada anterior e ir para a Conference League. Em um jogo emocionante, Die Eiserne, ou “Os de Ferro”, venceram por 3 a 2 e garantiram a presença na Liga Europa como quinto colocado.

O primeiro gol saiu aos cinco minutos com Grisha Prömel e Taiwo Awoniyi ampliou para 2 a 0.ç Só que no segundo tempo a coisa degringolou. Dimon Zoller diminuiu para 2 a 1 e Eduard Löwen, aos 34 minutos, empatou. Os berlinenses conseguiram o gol da vitória apenas aos 43 minutos, quando Taiwo Awoniyi marcou o terceiro e decretou o placar final.

Com isso, o Union Berlim fica com 57 pontos, um a menos que o RB Leipzig, quarto colocado, que vai à Champions. O Freiburg, com 55, fica em sexto, com o Colônia, com 52, em sétimo. O Bochum termina em 13º, com 42 minutos.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo