Bundesliga

Depois de oito rodadas, o Dortmund respira aliviado: voltou a vencer na Bundesliga

O Borussia Dortmund, enfim, voltou a vencer na Bundesliga. Depois de oito rodadas em jejum, os aurinegros retomaram o caminho das vitórias justamente na primeira partida desde a saída de Peter Bosz. Não que o time tenha jogado tão bem assim na estreia de Peter Stöger no comando. De qualquer maneira, o BVB apresentou pontos positivos que não se viam com o antigo treinador: passou 90 minutos sem sofrer gols e não caiu de ritmo no segundo tempo – pelo contrário, até cresceu na partida. Assim, conseguiu bater o Mainz 05 por 2 a 0 na Opel Arena, resultado que recoloca o clube ao menos temporariamente na zona de classificação à Liga dos Campeões.

Comandando os treinamentos desde domingo, Peter Stöger não mudou o 4-3-3 de Bosz e nem fez grandes apostas no time titular. Mesmo assim, o Borussia Dortmund atuou de maneira mais segura, equilibrado entre o ataque e a defesa, sem precisar ser afobado. Não que tenha deixado de levar sustos. Sobretudo nos primeiros minutos, o Mainz colocou os visitantes contra as cordas e chegou a acertar uma bola no travessão de Roman Bürki. Mas logo os riscos diminuíram, por mais que ofensivamente os aurinegros não fossem tão efetivos, criando pouco.

A partir do segundo tempo é que o Dortmund passou a agredir mais. E os rumos da partida se abriram aos visitantes a partir dos nove minutos, em uma bola parada. Ömer Toprak acertou a trave e, na sobra, Sokratis Papastathopoulos apareceu para estufar as redes. A vantagem dava um pouco mais de tranquilidade aos aurinegros, embora o time tenha passado minutos letárgicos, recuando ao seu campo de defesa – o que levou à entrada de Mahmoud Dahoud para dar presença física ao meio-campo. O Mainz controlava um pouco mais a posse de bola, até que o BVB passasse a levar perigo nos contra-ataques. Aos 44, por fim, Pierre-Emerick Aubameyang arrancou e, em meio ao carnaval na área, passou para Shinji Kagawa fechar a conta. O japonês, ao lado de Julian Weigl, foi um dos melhores da noite.

São três pontos que já deveriam estar nos cálculos do Borussia Dortmund, mas que, ainda assim, não vinham sendo conquistados nas últimas semanas. A vitória serve para recuperar a confiança e impulsionar o trabalho de Stöger, questionado por vir de um péssimo momento com o Colônia. O recomeço inicia-se promissor tanto para o clube quanto para o treinador. Com 25 pontos, na quarta colocação, os aurinegros se preparam aos dois últimos desafios antes da pausa de inverno. Dois jogos em que a exigência sobre o time será bem maior: o duelo com o Hoffenheim ao final do primeiro turno e o embate com o Bayern de Munique pela Copa da Alemanha. Só então será possível medir qual o tamanho do problema que o novo comandante levará às semanas intensas de treinamento.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo