Bundesliga

Cobiçado por vários clubes, Sörloth será a nova referência do RB Leipzig e eleva o potencial ofensivo do time

O RB Leipzig vendeu Timo Werner e não exerceu a opção de compra sobre Patrik Schick, fazendo com que a remontagem do ataque se tornasse prioritária neste mercado de transferências. Os Touros Vermelhos tinham trazido Hwang Hee-chan, que tentará preencher a lacuna deixada por Werner por suas características. Agora, a Red Bull também anuncia um centroavante que é superior a Schick e que pode tomar a posição de Yussuf Poulsen: o norueguês Alexander Sörloth, que vem de grande temporada vestindo a camisa do Trabzonspor, embora pertencesse ao Crystal Palace.

Aos 24 anos, Sörloth se encaixa no projeto de apostas que existe em Leipzig e chega por um preço até baixo, pelo seu destaque na temporada passada: a Red Bull pagará €20 milhões pela transação, em contrato acertado pelos próximos cinco anos. Dono dos direitos, o Crystal Palace receberá metade do montante; já o Trabzonspor, que tinha mais um ano de empréstimo firmado e poderia exercer a opção de compra, receberá a outra metade. Ainda há bônus previstos, que serão igualmente divididos entre os dois clubes, bem como 20% de uma futura venda. Mais do que o investimento em um jogador com possibilidade de se desenvolver, os Touros Vermelhos ganham um centroavante que pode elevar a qualidade do time de imediato e que se encaixa nas ideias de Julian Nagelsmann.

“Depois de algumas conversas, rapidamente ficou claro para mim que eu gostaria de jogar pelo RB Leipzig. O clube atraiu atenção na última temporada com atuações impressionantes na Bundesliga, mas especialmente na Champions. O futebol ofensivo que Julian Nagelsmann deixa jogar se encaixa com meu estilo. Estou ansioso pelo desafio na Alemanha e com a busca pelo topo”, afirmou Sörloth, em sua apresentação.

Sörloth possui uma carreira rodada para a sua idade. Embora formado pelo Rosenborg, o atacante ganhou destaque durante seu empréstimo ao Bodo/Glimt, em 2015. Vendido ao Groningen, não vingou na Eredivisie, mas recuperou o prestígio no Midtjylland, destacando-se no início da campanha do título dinamarquês em 2017/18. Foi então que transferiu-se ao Crystal Palace em janeiro de 2018, para contribuir com o ataque de uma equipe que sofria com as lesões e que era pressionada pelo risco de rebaixamento.

Sörloth pouco atuou na Premier League. Não havia tempo para sua adaptação e poucas atuações ruins minaram seu espaço, bem como sua confiança. Na temporada 2018/19, o jovem seria cedido ao Gent, onde seu desempenho também foi tímido. Até que, enfim, passasse 2019/20 no Trabzonspor. Sörloth foi o grande motivo para os grenás disputarem o título da Süper Lig, com 24 gols e nove assistências, além de ter protagonizado a conquista da Copa da Turquia. Seu nome ganhou força neste mercado de transferências.

O Crystal Palace parecia disposto a fazer dinheiro com Sörloth, assim como o Trabzonspor não conseguiria mantê-lo sozinho. O Tottenham esteve entre os interessado, para transformá-lo em opção a Harry Kane, assim como a Internazionale o via como uma alternativa a Romelu Lukaku. No fim das contas, ele preferiu aceitar a proposta do RB Leipzig. Sörloth chega com condições para ganhar o posto de titular, se junta a um clube em crescimento e com um técnico que sabe explorar bem seus talentos ofensivos. Além disso, poderá realizar uma disputa particular com o compatriota Erling Braut Haaland na Bundesliga, ambos frequentemente convocados à seleção da Noruega.

Assim como Haaland, Sörloth carrega consigo um DNA boleiro. O norueguês é filho de Goran Sörloth, um dos maiores ídolos da história do Rosenborg. O atacante não deu muito certo em sua passagem pelo Borussia Mönchengladbach, mas conquistou cinco títulos do Campeonato Norueguês e também deixou sua marca na seleção nacional, parte da equipe que disputou a Copa do Mundo de 1994. O herdeiro faz jus a esse passado e já anotou oito gols em 24 aparições pela Noruega – especialmente nos últimos meses, em parceria com Haaland.

Com 1,95 m, Sörloth possui um diferencial em sua estatura. É um atacante para jogar como referência e abrir espaços aos seus companheiros, além de aproveitar as bolas altas. Porém, o norueguês também se movimenta bastante e costuma cair pelos lados. Pode puxar os ataques com potência, encarando a marcação no mano a mano. Foi assim que se deu bem no Trabzonspor, jogando sozinho no 4-2-3-1 dos grenás – embora deva ser acompanhado por mais um atacante em Leipzig. E o novato se destaca ainda pela maneira como garante bons passes, com ótimo índice de assistências na Turquia.

Os altos e baixos da carreira mostram como Sörloth não é um sucesso garantido. O centroavante teve dificuldades de adaptação em diferentes clubes, mesmo que a paciência com seu desenvolvimento não tenha sido tão grande. Em compensação, o Trabzonspor parece ter ajudado o jovem a aproveitar melhor as suas virtudes e a ser mais regular. É isso que o RB Leipzig procura. Até pela estrutura do clube, o norueguês contará com mais tempo para crescer na Red Bull Arena. E, pelo trabalho que vem para desempenhar, ainda assim parece uma aposta muitíssimo válida ao time de Julian Nagelsmann.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo