Bundesliga

Upamecano é expulso de novo, Bayern leva virada do Bochum e vê crise aumentar após terceira derrota seguida

Mesmo com gol de Musiala, Bayern de Munique leva 3 a 2 do Bochum, chega a terceira derrota seguida e fica a 8 pontos do Bayer Leverkusen, líder da Bundesliga

A má fase pegou de jeito e não quer largar o Bayern de Munique. Mesmo começando bem neste domingo (19), a equipe bávara tomou uma virada do Bochum por 3 a 2, no Vonovia Ruhrstadion, e chegou ao seu terceiro revés seguido, o segundo pela Bundesliga. Mesmo com Jamal Musiala abrindo o placar para o segundo colocado do campeonato alemão, os anfitriões conseguiram a vitória com gols de Takuma Asano, Keven Schlotterbeck e Kevin Stöger. O segundo gol dos bávaros foi anotado por Harry Kane.

Com o resultado, o Bayern permanece na segunda posição da Bundesliga, com 50 pontos, mas agora a 8 de diferença do líder Bayer Leverkusen. Além disso, para o próximo jogo contra o RB Leipzig no sábado (24), a equipe não terá Dayot Upamecano, que foi expulso novamente após também ter tomado cartão vermelho contra a Lazio, na última quarta-feira pela Liga dos Campeões. Já o Bochum respira mais aliviado na tabela do torneio. A equipe da casa alcançou os 25 pontos na tabela, e agora ocupa a 11ª colocação. O duelo seguinte do Bochum será no sábado, contra o Borussia Mönchengladbach.

Mudanças positivas e virada após protestos

Depois dos revezes contra Bayer Leverkusen e Lazio, o técnico Thomas Tuchel escalou o Bayern com De Ligt na vaga de Upamecano, e também deu uma oportunidade para Choupo-Moting, deixando Müller atuando mais pelos lados e com Sané sendo opção no banco de reservas. A primeira chance perigosa dos visitantes veio aos 10 minutos. Musiala avançou pelo lado esquerdo e tocou para Guerreiro. O português devolveu a bola em um cruzamento rasteiro, mas o chute do meia foi fraco e parou nas mãos do goleiro do Bochum.

Depois disso, veio uma pressão muito forte do Bayern. Primeiro com um cabeceio de De Ligt, tirado em cima da linha. No seguimento do lance, Musiala fez duas boas jogadas, e na segunda, após receber passe de Goretzka, ele fintou o defensor e mandou um petardo para o fundo da rede, abrindo o placar aos 15 minutos da etapa inicial.

E Musiala estava com tudo. Aos 19, ele deu um lindo lançamento de trivela para Kane. Entretanto, o artilheiro da Bundesliga, mesmo livre, chutou a bola por cima do gol. Por volta dos 25 minutos, a partida ficou cerca de 10 paralisada por conta de protestos de torcedores contra a venda de clubes alemães. Os fãs atacaram bolinhas de tênis durante a partida. Durante a parada, Thomas Tuchel terá outro problema para lidar. Ele perdeu ainda no primeiro tempo Mazraoui, que lesionado deu lugar para Upamecano.

A esfriada fez muito bem ao Bochum. Em um rápido contra-ataque, aos 38 minutos, a equipe da casa empatou a partida. Losilla recebeu passe e protegeu bem de Kimmich. Ele viu Asano passando e deu um lançamento para o japonês, que dominou e bateu forte no contrapé de Neuer, para explodir a torcida que compareceu ao Vonovia Ruhrstadion.

E aos 44 minutos, o Bochum virou a partida. Em cobrança de escanteio, Stöger cruzou uma bola perfeita na cabeça de Keven Schlotterbeck, que marcou o gol de uma surpreendente virada de um time que soube aproveitar um protesto de torcedores para se recompor e terminar em vantagem no primeiro tempo, apesar do desespero bávaro para criar novas chances para igualar o marcador.

Upamecano foi expulso de novo, mas Bayern não desistiu

No segundo tempo, quem pareceu estar precisando do resultado era o Bochum. Os anfitriões conseguiam pressionar a saída do Bayern e tiveram uma boa chance com Stöger, no início da etapa final. Logo depois, o Bayern conseguiu retomar o controle e conseguiu uma cobrança de escanteio. Mas novamente torcedores do Bochum arremessaram bolinhas de tênis interrompendo o confronto por mais 8 minutos.

Mas desta vez, o Bayern não perdeu o controle da bola, mesmo com dificuldades em entrar na área adversária. Desesperado, Tuchel pôs Zaragoza e Sané na partida, nas vagas de Kimmich e Choupo-Moting. Com um jogo mais aberto pelos lados e com muitos lançamentos de um lado para outro, a equipe tentava pressionar o Bochum, que conseguia bloquear qualquer finalização antes que ela chegasse na direção da meta do goleiro Riemann.

Mas a situação piorou ainda mais para o Bayern aos 31 minutos. Após cruzamento, Upamecano abriu o cotovelo e acertou o rosto de Stöger dentro da área. O árbitro viu, deu o segundo amarelo e expulsou o francês. Foi o segundo jogo seguido em que Upamecano levou o cartão vermelho. Ele também foi expulso contra a Lazio, pelo primeiro jogo das oitavas de final da Champions League. Na cobrança, o mesmo Stöger bateu e ampliou o marcador, apesar de quase Neuer ter pegado o pênalti.

Aos 40 minutos, o Bayern ficou muito próximo de diminuir. Sané fez excelente jogada individual, mas seu chute foi defendido por Riemann. Mesmo assim, o segundo gol bávaro veio dois minutos depois. Tel fez excelente jogada individual e rolou para Kane, que livre, anotou o seu 25º gol na competição. Nos acréscimos, o Bochum tentava recuperar a bola e aproveitar o desespero do Bayern. Aos 49, Kwarteng quase fez um golaço, mas Neuer defendeu. O Bayern não desistiu e tentou ao menos sair da partida com um empate, mas outra defesa de Riemann impediu um gol de Sané, e deu números finais ao emocionante jogo.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo