Bundesliga

Bayern acerta com Gnabry e traz uma boa alternativa ao seu setor ofensivo

Antecipando-se à janela de transferências, o Bayern de Munique anunciou o seu terceiro reforço para a próxima temporada. Depois de assegurar os serviços de Niklas Süle e Sebastian Rudy, os bávaros fecharam com Serge Gnabry. Revelado pelo Arsenal, o meia teve ótimo desempenho pelo Werder Bremen no retorno à Alemanha. Assinou com os atuais pentacampeões nacionais pelas próximas três temporadas, em negócio estimado em €10 milhões. Aos 21 anos, um excelente reforço para dar profundidade ao elenco de Carlo Ancelotti e se preparar à necessária renovação na Allianz Arena.

VEJA TAMBÉM: Dois grandes negócios, Bayern anuncia as chegadas de Süle e Rudy para 2017/18

Medalha de prata nos Jogos Olímpicos, Gnabry voltou com moral à Bundesliga. O jovem, que iniciou sua carreira no Stuttgart, teria a primeira chance de jogar no nível principal de seu país. E não decepcionou, protagonista do Werder Bremen na temporada. Jogando majoritariamente na meia esquerda, mas também aparecendo como armador centralizado, ponta direita e até atacante, o camisa 29 destoou. Carregou os Verdes no duro primeiro turno, em que o time permaneceu ameaçado pelo rebaixamento, e deu grande contribuição à reviravolta na segunda metade da campanha, impulsionando o Bremen à oitava colocação. Saldo positivo, que valeu não apenas a primeira convocação à seleção adulta e uma vaga no Campeonato Europeu Sub-21, como também a atenção do Bayern.

Já estava claro que Gnabry não permaneceria no Weserstadion, diante das especulações sobre o seu futuro. E, sem precisar se esforçar tanto para convencer o garoto, o Bayern levou a melhor. O meia será bastante útil no esquema da equipe, especialmente por servir como opção a mais para o jogo pelos lados, onde Robben e Ribéry envelhecem, enquanto Douglas Costa e Kingsley Coman não repetiram o desempenho de temporadas anteriores. Alternativa interessante até pelas diferentes funções que o alemão pode cumprir, potencializando o jogo vertical dos bávaros. É um atleta habilidoso, que costuma partir para cima dos adversários e finaliza bastante. Qualidades a serem exploradas e desenvolvidas por Ancelotti.

Durante os últimos meses, a diretoria do Bayern tinha indicado que não partiria com tanta sede ao mercado, preferindo intensificar seus olhares sobre jovens jogadores e talentos locais. Algo que vem se cumprindo até o momento, fechando com alguns destaques da Bundesliga. Entretanto, diante das últimas decepções na Liga dos Campeões, espera-se que haja ao menos um negócio de peso até o final de agosto. Alexis Sánchez é o nome quente no mercado. Se o chileno não vier, Gnabry pode até emular algumas de suas funções, embora não costume atuar tão à frente. Alternativa vários sentidos, mesmo que os bávaros não devam botar tamanha carga de responsabilidade ao novato, ainda precisando de uma sequência maior em alto nível na carreira.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo