Bundesliga

Através de projeto, Kimmich e Goretzka doam €500 mil à vacinação contra a COVID-19 em países pobres

Kimmich e Goretzka lançaram no início da pandemia um projeto para auxiliar instituições e agora destinam parte do dinheiro à vacinação

Joshua Kimmich e Leon Goretzka demonstram um grande entrosamento além dos jogos do Bayern de Munique ou da seleção alemã. A dupla de meio-campistas também costuma se posicionar em questões políticas e sociais, formando uma parceria que causa impacto fora das quatro linhas. Durante o início da pandemia, os dois jogadores lançaram o projeto “We Kick Corona”, que visa arrecadar dinheiro principalmente entre outros futebolistas para apoiar instituições sociais em meio às dificuldades. Já nesta semana, através do projeto, a dupla anunciou uma doação de €500 mil para a campanha global da Unicef e da OMS na vacinação contra a COVID-19.

A campanha internacional, chamada COVAX, apoia 92 países dentre os mais pobres do mundo com a distribuição de vacinas. Embora voltada ao apoio de crianças, a Unicef participa da iniciativa por ser a maior compradora de vacinas do mundo e possuir uma experiência logística fundamental, sobretudo em regiões carentes. Com o dinheiro doado por Goretzka e Kimmich através do We Kick Corona, 132 mil doses de vacina poderão ser entregues e aplicadas ao redor do mundo.

“A pandemia de coronavírus não é um desafio nacional, mas global. Como um dos países mais ricos do mundo, nós na Alemanha estamos numa posição bem melhor na luta contra a doença do que os países mais pobres, graças à vacinação gratuita. Joshua e eu concordamos rapidamente que, com o We Kick Corona, também queremos apoiar agora o programa mundial de vacinação”, afirmou Goretzka, ao jornal Bild.

“O trabalho da Unicef é muito importante, especialmente neste momento. Leon e eu estamos muito gratos a todos os apoiadores do We Kick Corona por podermos continuar a apoiar a luta contra a pandemia de várias maneiras”, complementou Kimmich.

Vale dizer também que a ‘We Kick Corona’ registrou um sucesso considerável ao longo do último ano. A campanha arrecadou mais de €6 milhões, divididos entre 700 instituições diferentes – como hospitais, bancos de alimentos, abrigos de moradores de rua e serviços de doação de sangue. Diversos atletas profissionais, sobretudo na Alemanha, participaram da iniciativa. Juntos, Kimmich e Goretzka botaram o primeiro €1 milhão da campanha, doados de suas contas pessoais.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo