Bundesliga

Antigo comandante do Werder Bremen, Florian Kohfeldt é anunciado como novo técnico do Wolfsburg

Kohfeldt foi visto como um prodígio no Bremen e teve um ótimo início, mas não evitou o rebaixamento

O Wolfsburg não levou muito tempo para escolher seu novo treinador, após a demissão de Mark van Bommel no final de semana. Os Lobos fazem outra aposta e serão comandados por Florian Kohfeldt. O novo técnico é considerado um dos mais promissores de sua geração na Alemanha, ao assumir o Werder Bremen com 35 anos e dirigir o clube em quase 150 jogos. No entanto, a passagem de Kohfeldt pelo Weserstadion teve altos e baixo, culminando no rebaixamento à segunda divisão da Bundesliga. Agora, assume uma equipe bem mais forte e que está na fase de grupos da Champions League.

A carreira de Kohfeldt se desenvolveu inteiramente no Werder Bremen. Jogador do segundo quadro dos Verdes, o ex-goleiro pendurou as luvas com 27 anos para se dedicar ao trabalho como treinador. Comandou diferentes níveis da base, até se tornar assistente de Viktor Skrypnyk na equipe principal. Entre 2016 e 2017, o jovem esteve à frente do Werder Bremen II e assumiu o time profissional em outubro de 2017. Logo de cara, teve que lidar com uma crise.

As primeiras duas temporadas de Kohfeldt à frente do Werder Bremen foram positivas. O treinador assumiu a equipe ameaçada pelo rebaixamento em 2017/18 e conseguiu a permanência, antes de quase levar os Verdes à Liga Europa em 2018/19, com a oitava posição na Bundesliga. Naquele ano, também foi semifinalista da Copa da Alemanha, após eliminar Borussia Dortmund e Schalke 04. Entretanto, seu rendimento despencou nas duas temporadas seguintes, culminando no descenso dos Papagaios.

A diretoria do Werder Bremen demonstrou uma paciência acima da média com Kohfeldt, já que o time não se saiu bem na Bundesliga 2019/20. Os Verdes escaparam do rebaixamento direto na última rodada, com a incrível goleada por 6 a 1 sobre o Colônia, e superaram o Heidenheim nos playoffs contra a queda com dois empates, graças aos gols fora. Apesar disso, Kohfeldt foi preservado no cargo para 2020/21, mas não mudou o destino da equipe. Com muitos empates no primeiro turno e uma sequência péssima na reta final, o Bremen sofreu a queda direta na penúltima posição. O treinador foi demitido na penúltima rodada, quando as chances de salvação eram reduzidas e o veterano Thomas Schaaf tentou salvar a lavoura, sem sucesso.

Apesar da impressão ruim deixada pelos dois últimos anos em Bremen, Kohfeldt ainda seguiu bem cotado na Alemanha. Prova disso é que o treinador de 39 anos “cai para cima” ao assumir o Wolfsburg. Chega numa equipe com perspectivas muito melhores e um elenco capaz de manter os Lobos na luta pelo G-4. O time não vem de bons meses, com uma sequência de oito partidas sem vencer. Apesar disso, o novo técnico herda uma defesa sólida do trabalho anterior de Oliver Glasner e também bons reforços, de uma movimentada janela de transferências que trouxe opções sobretudo para o ataque.

Kohfeldt possui inclusive mais experiência como técnico principal que Van Bommel. Não será um treinador tão inventivo, mas seu melhor momento no Bremen contou com uma equipe relativamente segura e sua dose de ofensividade. O problema foi mesmo a dificuldade em encontrar soluções diante das dificuldades recorrentes. De qualquer forma, parece mais capaz de seguir uma linha de trabalho parecida com a de Glasner que Van Bommel. O Wolfsburg atualmente ocupa a nona colocação na Bundesliga e ainda não venceu na Champions, mas mesmo a classificação aos mata-matas continentais parecem ao alcance. O novo comandante, porém, precisará causar impacto imediato.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo