Bundesliga

Anotou a placa? Bochum foi avassalador e deu uma sapatada no Bayern

Com um futebol agressivo, Bochum fez 4 a 1 ainda no primeiro tempo e só administrou no segundo para sair com uma grande vitória em casa

O duelo entre Bayern de Munique e Bochum no primeiro turno terminou em uma goleada dos bávaros por 7 a 0. Foi a pior derrota do Bochum na história da Bundesliga. Por esse confronto recente e com o Bayern sendo líder do Campeonato Alemão, era de se esperar outra vitória do time dominante do país. Não foi o que aconteceu. Em um primeiro tempo magnífico, o Bochum conseguiu uma vantagem enorme e conseguiu uma vitória por 4 a 2. Uma bela sapatada em cima dos líderes.

E olha que tudo começou conforme o esperado: Robert Lewandowski marcou 1 a 0 logo a nove minutos. Só que foi o único momento que o time visitante ficou em vantagem na partida. Logo aos 14 minutos, Christopher Antwi-Adjei empatou o jogo em 1 a 1.

Foi no final do primeiro tempo que o Bochum teve minutos avassaladores que valeram a vitória no fim do jogo. Aos 38 minutos, Jürgen Locadia marcou 2 a 1 e virou o jogo, aos 40 minutos Christian Gamboa marcou 3 a 1 e aos 44 Gerrit Holtmann marcou mais um e colocou um incrível 4 a 1 no placar. Era algo realmente inacreditável.

No segundo tempo, Bayern, como era de se esperar, foi com tudo para cima. Pressionou muito, mas só conseguiu o gol aos 29 minutos, novamente com Robert Lewandowski. O placar de 4 a 2, porém, ainda era insuficiente e, mesmo pressionando mundo, o time da Baviera não conseguiu mais gols. A derrota estava decretada.

A derrota mantém o Bayern com 52 pontos e a diferença pode ser reduzida pelo Borussia Dortmund, que tem 43 pontos e pode chegar a 46. O Bochum, por sua vez, tem 28 pontos e é 11º.

Melhores momentos:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo