África

A coleção de golaços de Mali torna óbvia a Bola de Ouro do Mundial Sub-20 para Traoré

Sérvia e Brasil fizeram, merecidamente, fizeram a final do Mundial Sub-20. No entanto, quem acompanhou o torneio mais de perto certamente se encantou com a seleção de Mali. A equipe africana apresentou um jogo extremamente ofensivo e veloz, acabando na honrosa terceira posição. E também foi premiada com a Bola de Ouro do torneio, entregue ao cérebro do time, Adama Traoré – repetindo o feito de Seydou Keita, vencedor do prêmio há 16 anos. Dono de uma rapidez de raciocínio impressionante, o meia do Lille terminou a competição com quatro gols e três assistências. Combina visão de jogo, qualidade técnica e muito perigo nos arremates.

VEJA TAMBÉM: Mesmo sem a taça, o Brasil sub-20 deu orgulho e também exemplo

Sob a batuta de Traoré, os malineses marcaram alguns dos gols mais bonitos do Mundial. Sobretudo em duas partidas: nas oitavas de final, contra Gana, e na decisão do terceiro lugar, diante de Senegal. No duelo com os Estrelas Negras, o camisa 19 deu dois passes no show coletivo de Mali, com trocas de passes muito envolventes, em uma vitória por 3 a 0 que até ficou barata. Já contra os senegaleses, Traoré fez questão de roubar a cena para si. Marcou duas pinturas, uma em cobrança de falta e outra em bomba de fora da área. E completou a genialidade dando a assistência em uma cobrança de falta ensaiada.

Daquele tipo de futebol que enche os olhos:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo