África

Torcida do Zamalek: “não queremos morrer como eles”

A rivalidade deu uma pausa. Após a tragédia que matou mais de 70 pessoas em Al Masry 3×1 Al Ahly pelo Campeonato Egípcio, a torcida do Zamalek deixou de lado a rivalidade com o Al Ahly e pediu justiça. 

No momento em que a confusão explodiu em Port Said, o Zamalek jogava contra o Ismaily no Cairo. O jogo foi suspenso no intervalo por questão de segurança. Na saída, os ultras (torcedores organizados) do Zamalek cantavam “queremos justiça para eles, porque não queremos morrer como eles”.

A confusão começou quando o juiz apitou o final da partida em Port Said. Os torcedores do Al Masry invadiram o gramado e atacaram torcedores e jogadores do Al Ahly. Segundo informações da imprensa egípcia, 74 pessoas teriam morrido pisoteadas ou esfaqueadas.

A rivalidade entre Zamalek e Al Ahly é considerada uma das mais ferozes do futebol mundial.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo