África

Senegal e Marrocos vencem e são as primeiras seleções classificadas à última fase das Eliminatórias Africanas

Enquanto isso, a Argélia goleou Níger - novamente - e voltou à liderança do Grupo A, empatada em pontos com Burkina Faso

Marrocos e Senegal são as primeiras seleções classificadas à última fase das Eliminatórias Africanas – aquela em que há cinco duelos mata-mata que definem os representantes do continente na Copa do Mundo. Nesta terça-feira, ambas venceram suas partidas e, a dois jogos do fim, não podem mais ser alcançadas pelos segundos colocados dos seus grupos.

A situação delas é idêntica. Senegal ganhou de Namíbia, por 3 a 1, e chegou a 12 pontos, com 100% de aproveitamento, contra apenas quatro de Togo. Fechando a rodada das Eliminatórias Africanas, Marrocos venceu Guiné, fora de casa, por 4 a 1, e chegou a quatro vitórias em quatro rodadas. Guiné-Bissau é a segunda colocada desse grupo, também a oito pontos de distância da liderança, com apenas seis em disputa.

Senegal contou com um hat-trick de Famara Diédhiou, atacante do Alanyaspor, para selar a vaga na próxima fase. Aos 22 minutos, ele desviou o cruzamento de Sadio Mané de cabeça para abrir o placar, mas pouco depois Peter Shalulile dominou bem na entrada da área e emendou a batida de canhota, no canto, para empatar à Namíbia.

Keita Baldé exigiu boa defesa do goleiro Lloyd Junior Kazapua, mas Diédhiou, logo no começo do segundo tempo, marcou novamente de cabeça, agora em centro Saliou Ciss, para recolocar Senegal à frente. A seis minutos do fim, Mané deu outra assistência, com um cruzamento rasteiro, para Diédhiou fechar a sua tripleta.

.

 

No outro jogo do grupo, Togo havia tido duas boas chances no primeiro tempo, antes de Euloge Placca marcar de cabeça, aos 43 minutos. Congo empatou com Guy Mbenza, mas méritos Mavis Tchibota pela bela jogada de ponta esquerda. Kevin Denkey assegurou a vitória de Togo por 2 a 1 com um chute no ângulo da entrada da área.

Marrocos chegou a sofrer no primeiro tempo. Abriu o placar, aos 21 minutos, após linda jogada de Hakimi pela ponta direita. Ryan Mmaee subiu alto para cabecear no travessão, e Ayoub El Kaabi marcou no rebote. Mas Mamadou Kané recuperou uma bola na intermediária e emendou um chute rasante de perna esquerda para empatar. para Guiné Antes do intervalo, Selim Amallah completou a cobrança ensaiada de falta para restaurar a vantagem marroquina. Amallah marcou o terceiro na metade da etapa final, e Sofiane Boufal fechou a goleada.

Gana e África do Sul seguem cabeça a cabeça

África do Sul e Gana venceram por 1 a 0, nesta terça-feira, e seguem na liderança do Grupo G separadas por apenas um ponto a favor dos sul-africanos.

Uma bela jogada de Kamaldeen Sulemana, pela esquerda, exigiu defesa de Talbert Shumba, goleiro do Zimbábue, e abriu os trabalhos para Gana, fora de casa. Aos 31 minutos, Shumba não foi tão bem assim. Thomas Partey cobrou falta no meio do gol, e ele deixou a bola passar para o único tento da partida. Gana ainda teve uma bola cortada em cima da linha e acertou o travessão com Mohammed Kudus.

Os Bafana-Bafana contaram com um gol contra de Getaneh Kebede para vencer a Etiópia, por 1 a 0, após cobrança de escanteio. Victor Letsoalo isolou uma chance muito clara, na marca do pênalti, ainda no primeiro tempo, e Suleman Hamid cortou uma bola em cima da linha para evitar o segundo gol da África do Sul.

Em jogo isolado do Grupo A, a Argélia chegou aos mesmos 10 pontos de Burkina-Faso, mas com um saldo de gols muito maior, cortesia de um 8 x 0 sobre Djibouti e 6 x 1 no primeiro duelo contra Níger. No segundo, fez 4 a 0, com gols de Riyad Mahrez, Islam Slimani, Ismaël Bennacer e Baghdad Bounedjah.

Níger assustou com uma cabeçada na trave de Daniel Sosa logo nos primeiros minutos, mas Mahrez entrou na área para fazer 1 a 0, aos 20 minutos. Slimani fez o segundo com uma batida firme no canto, e Bennacer recebeu de Feghouli, na marca do pênalti, sem goleiro, para ampliar. Mahrez serviu Bounedjah, que fechou o placar em 4 a 0.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo