ÁfricaCopa Africana de Nações

Platini faz gol histórico, mas Cabo Verde só empata com Marrocos

O dia foi histórico para Cabo Verde. Pela primeira vez, a seleção marcou um gol em fases finais da Copa Africana de Nações. E um tento com grife: Luís “Platini”, apelidado justamente em referência ao homônimo francês, teve a honra de balançar as redes. Os Tubarões Azuis só não esperavam ceder o empate a Marrocos no fim do jogo, ficando no 1 a 1 no Estádio Moses Mabinda.

Cabo Verde não demorou a buscar o ataque, se aproximando do gol adversário através de cobranças de falta e de chutes de fora da área. E o domínio dos Tubarões Azuis se converteu em gol aos 34 minutos. Organizando o meio de campo, Ryan Mendes roubou bola e deu ótima enfiada de bola para Luís Platini, que deu toque sutil na saída do goleiro Nadir Lamyaghri.

Mantendo a vantagem até o final do primeiro tempo, os cabo-verdianos viram Marrocos crescer no segundo tempo. Os Leões do Atlas, contudo, tinham dificuldades em encontrar espaços na defesa adversária. O empate só viria aos 32 minutos, em passe lateral de Abdelaziz Barrada que Youssef El Arabi concluiu no contrapé do goleiro Vozinha. Nos minutos finais, a partida seguiu aberta, com os dois times atacando, mas a igualdade foi mantida.

Cabo-verdianos e Marroquinos somam o segundo empate em duas rodadas da Copa Africana de Nações, dividindo a segunda colocação do Grupo A. A liderança é da África do Sul, com quatro pontos, enquanto Angola aparece na última colocação da chave.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo