África

Natalino não passa do Natal?

A vida de treinador é mesmo difícil. Não faz muito tempo e estávamos falando neste espaço de como Joel Santana havia progredido no comando da África do Sul. Naquela mesma altura, também alertamos que o trabalho ainda estava em construção e até apontamos onde o técnico brasileiro poderia melhorar para conquistar de uma vez por todas os exigentes sul-africanos. Mas, ao que parece, Joel não nos ouviu.

Desde o fim da Copa das Confederações, passaram-se quase três meses e foram disputados três jogos. Foi o suficiente para que o treinador voltasse a ser questionado no país. Mas não como antes. Dessa vez, foi muito mais forte. Já há quem sugira a mudança de foco para 2014 ou lance a pergunta de quando é a hora certa para se demitir Joel. A resposta é igual em todos os casos: “hoje”. O nome de Parreira chegou, sim, a ser comentado, porém, com pouca força. Técnicos locais também tiveram seus nomes especulados.

E ao contrário das outras oportunidades, o próprio Joel preparou a armadilha para si desta feita. As críticas, a própria imprensa sul-africana faz questão de ressaltar, pouco têm a ver com as três derrotas sofridas pelos Bafana Bafana em amistosos. Diante de Alemanha e Sérvia, o tropeço já era até certo ponto esperado. Não dá para reclamar muito. Entre os resultados, só decepcionou, de fato, o revés sofrido contra a Irlanda, fora de casa. Isto porque os adversários foram a campo com um time B, sem as estrelas Robbie Keane, Richard Dunne e Shay Given.

Dito isso, ainda nas quatro linhas, voltou a ser contestado na África do Sul o defensivismo de Joel. No encontro com os alemães, o ex-flamenguista testou a paciência de jornalistas e torcedores ao escalar nada menos do que oito atletas com características defensivas entre os titulares. Foi demais para o orgulho sul-africano. Mesmo com problemas no ataque, eles não admitem tamanha postura retraída, ainda que, nos jogos, isso tenha resultado numa boa posse de bola, fazendo jus aos ensinamentos do “mestre” Parreira.

Até por causa dessa linha de pensamento, cresce muito no país a campanha para o retorno de Benni McCarthy ao time. E ela ganhou um reforço de peso nessa semana: o presidente Jacob Zuma resolveu dar a sua opinião sobre a polêmica e se posicionou a favor da volta do atacante do Blackburn. Como o próprio Joel já deu a entender que existe a chance de isso ocorrer, não seria de se surpreender se Benni fosse chamado para os amistosos de outubro, frente Noruega e Islândia.

Quando preparar a lista para essas partidas, o treinador brasileiro terá que refletir bem a respeito dos nomes que incluirá nela. Não só pela importância de se romper com a série de seis derrotas consecutivas, mas também para minar outro foco de críticas da imprensa sul-africana, as suas convocações. O burburinho no país em torno dos atletas chamados para os amistosos contra Alemanha e Irlanda foi imenso, e ainda agravado pelo fato de que o técnico subitamente resolveu deixar de falar inglês em suas entrevistas.

Sempre reservado, o auxiliar Jairo Leal teve que entrar em cena em uma ocasião, mas não pôde evitar que a bomba estourasse após o jogo contra Irlanda. Na oportunidade, o próprio Leal negou-se a falar depois de mais uma negativa de Joel, que, para a revolta da mídia local presente, limitou-se a divulgar apenas uma nota sobre o desempenho do time na partida. A desculpa do técnico foi a ausência de um tradutor, entretanto, isso não o impediu de falar em outros momentos.

E para piorar a situação de Joel, não há quem o proteja na federação. Por mais que os dirigentes assegurem a sua permanência, ela não parece segura em meio às turbulências que vem sacudindo os bastidores do futebol do país. No fim do mês, ocorrerão as eleições presidenciais na entidade e os dois principais candidatos estão trocando farpas através da imprensa. Membros do Comitê Organizador da Copa do Mundo, Danny Jordan e Irvin Khoza podem decidir o futuro de Joel em outubro. Se o brasileiro terá ou não a chance de passar o Natal no cargo.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo