ÁfricaEspanha

Iñaki Williams, do Athletic Bilbao, se junta aos Estrelas Negras e defenderá a seleção de Gana

Com 28 anos e ignorado pela seleção espanhola, Iñaki Williams defenderá a seleção do país do seu pai, Gana, que vai à Copa do Mundo

O atacante Iñaki Williams, de 28 anos, decidiu que vai defender Gana em nível internacional. O jogador do Athletic Bilbao é nascido em Bilbao e tem nacionalidade espanhola e ganesa e atuou nas seleções de base da Espanha. Sem chance no time principal, decidiu por jogar pela seleção ganesa, que estará na Copa do Mundo no Grupo H, com Portugal, Coreia do Sul e Uruguai.

Iñaki, nascido na Espanha, filho de pai ganês e mãe liberiana, era associado à seleção espanhola e chegou a ser convocado uma vez, em maio de 2016, quando atuou 30 minutos em um amistoso contra a Bósnia. Como não jogou nenhuma partida oficial, está liberado a atuar por outra seleção.

Representantes da Ghana Football Association (Associação de Futebol de Gana) insistiram para que o jogador atuasse pelo país, que mostrou muito interesse. Iñaki Williams passou férias em Gana com seus pais. Lá teve diversas conversas com representantes da associação ganesa. Após muitas reuniões e conversas, o jogador tomou a decisão de aceitar o convite e atuar pelo país do seu pai, Gana.

“Todo passo que tomamos tem seu próprio significado. Uma evolução. Um olhar para o futuro que deixa um rastro em si. Um legado. Meus pais me criaram com valores baseados em humildade, respeito e amor. Eles me ensinaram a abraçar a vida. Nessa busca constante de continuar crescendo e trabalhando na busca de evoluir pessoal e profissionalmente como indivíduo”, disse o jogador, em uma publicação no seu Instagram.

“É por isso que sinto que o momento chegou para mim de encontrar minhas origens dentro de mim mesmo e com a África e Gana, o que significa muito para mim e para minha família. Quero devolver uma parte de tudo que nos foi dado porque Gana teve um papel significativo em me tornar quem eu sou como pessoa, como filho e como irmão”, continuou Iñaki Williams. “Hoje um novo desafio começa. De agora em diante, irei defenderei a camisa de Gana com toda minha vontade, enquanto dou o meu melhor. Sou uma das Estrelas Negras”.

Com isso, Iñaki passa a estar disponível para futuras convocações dos Estrelas Negras. É certamente um jogador que será muito bem observado pelo técnico Otto Addo, que prepara o time para a Copa do Mundo 2022. Ele passa a ser um nome provável na seleção ganesa para o Mundial no Catar. Antes, porém, deve ser chamado para os jogos das Eliminatórias da Copa Africana de Nações, em setembro, contra Angola.

A decisão de Iñaki pode ter uma influência sobre o seu irmão mais novo, Nico Williams, de 19 anos, que joga pela seleção sub-21 da Espanha e também defende o Athletic Bilbao. Ele estava com o irmão Iñaki na visita à Gana com seus pais. Certamente o pai dos Williams ficará orgulhoso em ver Iñaki representando o país em que nasceu.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo