ÁfricaCopa Africana de Nações

Gabão não toma conhecimento de Níger e vence estreia na CAN

O Gabão honrou a condição de país-sede e estreou com vitória na Copa Africana de Nações. Abusando das jogadas de linha de fundo e se aproveitando dos erros da defesa adversária, os Panteras derrotaram Níger por 2 a 0, com gols de Pierre-Emerick Aubameyang e Stéphane N'Guéma. As duas equipes compõem o Grupo C da CAN, ao lado de Marrocos e Tunísia.

Empurrado pela torcida e sob os olhos do presidente Ali Bongo Ondimba, o Gabão partiu para cima desde os primeiros minutos da partida, enquanto os jogadores nigerenses se fechavam em torno de sua área. Pierre-Emerick Aubameyang teve a primeira chance clara do time da casa, após cruzamento afastado pelo goleiro Kassaly Daouda. O tiro do atacante, no entanto, bateu nas pernas de um marcador e seguiu pela linha de fundo.

Aos 17 minutos, Aubameyang perderia outra oportunidade de gol. O camisa nove recebeu cruzamento da direita e, sozinho dentro da área, teve tempo para dominar e bater, mas teve seu chute abafado pelo goleiro Kassaly.

Justificando sua condição de grande astro da seleção, Aubameyang abriu o marcador aos trinta minutos da primeira etapa. Stéphane N'Guéma cruzou da direita e o atacante aproveitou a saída ruim de Kassaly para, já na pequena área, cabecear a bola para dentro da meta.

No fim do primeiro tempo, os nigerenses esboçaram uma reação, mas pouco ameaçaram o gol de Gabão. Ainda assim, N'Guéma conseguiu ampliar a diferença no último minuto antes do intervalo. Após roubada de bola, Charly Moussono levantou bola na área e Kassaly espalmou a cabeçada de Aubameyang. No rebote, o camisa sete não perdoou.

Os Panteras retornaram para a segunda etapa ainda com o controle da partida. Aos seis minutos, Eric Mouloungui saiu de frente para o gol, mas Kassaly conseguiu se antecipar ao lance e fazer a defesa. Com o time avançado, os gaboneses não conseguiam passar pela defesa adversária, enquanto Níger tentava responder em contra-ataques, todos sem sucesso.

Aos 33 minutos, Níger teve grande chance de diminuir o placar. Após cruzamento da direita, Moussa Maazou apareceu sozinho dentro da área para cabecear e o goleiro Didier Ovono conseguiu rebater. A resposta veio quatro minutos depois, em chute da entrada da área de Aubameyang que passou ao lado da meta dos Mena.

Já aos 43, em nova oportunidade gabonesa, Daniel Cousin, que saiu do Baco de reservas, centrou para centrou para Mouloungui e o atacante mandou para fora. Nos acréscimos, Cousin ainda tentou encobrir Kassaly, em arremate de fora da área, mas a bola passou a centímetros do travessão. Após a partida, Pierre-Emerick Aubameyang foi eleito pela organização da CAN o melhor homem em campo

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo