África

Drogba diz que incidente foi “tragédia nacional”

A estrela do futebol da Costa do Marfim, Didier Drogba, afirmou que o incidente que matou 19 torcedores no estádio de Abidjan foi uma “tragédia nacional”, e disse que os jogadores não souberam do que havia acontecido até o fim da partida.

“É uma tragédia nacional”, declarou o jogador do Chelsea ao canal francês Infosport no domingo, após o tumulto nos portões do estádio, antes da partida das Eliminatórias da Copa do Mundo entre Costa do Marfim e Malawi.

“Nós soubemos sobre o caso apenas à noite, após a partida. Ficamos chocados, surpresos, quando soubemos que houve mortes. Tivemos dificuldade em entender o que aconteceu”, acrescentou Drogba. O atacante de 31 anos disse que os responsáveis deveriam ser identificados e as lições aprendidas porque “esse é o tipo de coisa que prejudica o desenvolvimento do futebol na África”.

As autoridades marfinenses votaram na punição dos responsáveis pelo tumulto que causou a derrubada do portão principal, e consequentemente as mortes e também ferimentos de centenas, na partida em que os visitantes venceram por 5 a 0, com dois gols de Drogba.

Leia também:

Fifa quer relatório sobre mortes na Costa do Marfim

Tragédia: dezenas de torcedores morrem na Costa do Marfim

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo