África

Aboutrika: “A tragédia de Port Said nos motiva no Mundial”

Autor do gol que classificou o Al Ahly para a semifinal do Mundial de Clubes, Mohamed Aboutrika declarou que a tragédia de Port Said serve de motivação extra para o clube na competição. Em fevereiro, 72 torcedores dos Diabos Vermelhos morreram em massacre ocorrido durante partida contra o Al Masry, válida pelo Campeonato Egípcio.

“O mais importante é vencer o jogo, estamos aqui para entreter as pessoas. Disputar essa semifinal é uma grande oportunidade, por causa dos problemas que estão acontecendo no Egito, por não estarmos disputando uma liga. Nós estamos mais motivados para buscar a vitória por conta do que aconteceu em Port Said e dos mártires”, disse.

Aboutrika chegou a declarar sua aposentadoria após a tragédia, mas voltou atrás na decisão. Em setembro, o veterano se recusou a entrar em campo pela Supercopa do Egito, exigindo punição aos responsáveis pelo massacre. Por conta do posicionamento, o meia foi suspenso pelo Al Ahly por dois meses.

Al Ahly e Corinthians disputam a semifinal do Mundial na próxima quarta-feira, em jogo que acontece na cidade de Toyota. O vencedor da partida enfrenta Monterrey ou Chelsea, em decisão marcada para o domingo.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo