Pela segunda temporada consecutiva, o Ajax protagoniza uma campanha maiúscula na Champions League. Os resultados não são tão tranquilos quanto muitos placares indicam, mas o bom momento dos Godenzonen se nota através da tabela. A equipe de Erik ten Hag deu um passo importante na luta pela classificação ao derrotar o Lille nesta quarta-feira, dentro do Estádio Pierre-Mauroy. Comandados por uma atuação brilhante de Hakim Ziyech, os holandeses garantiram a vitória por 2 a 0 e agora dependem apenas de um empate na última rodada, em Amsterdã, para confirmar a vaga nas oitavas de final.

O Ajax precisou de dois minutos para tomar a dianteira na França. O gol saiu em seu primeiro ataque, graças a uma ótima jogada coletiva. A bola rodou de pé em pé, até que Dusan Tadic ajeitasse a Ziyech e o craque desferisse o chute rasteiro da entrada da área. Os Godenzonen mantiveram a postura ofensiva, trocando passes. Porém, também se expunham aos contragolpes do Lille, que partia com muita velocidade em suas transições.

Apesar da vantagem, o Ajax deu um pouco de sorte ao preservar a diferença durante o primeiro tempo. O Lille tinha muita potência em seus avanços e também reclamava das chegadas firmes dos holandeses. A grande chance de empatar aconteceu aos 30 minutos. Victor Osimhen arrancou e a bola ficaria limpa para Jonathan Bamba. Dentro da área, com apenas André Onana à sua frente, o atacante mandou por cima do travessão. Lamentaria bastante o erro.

Cabe dizer que o Ajax não era tão passivo na partida. Seguia tentando encontrar os espaços no ataque, mas não definia com tanta precisão. E o maestro das ações ofensivas era mesmo Ziyech, muito participativo à sua equipe. Não era uma noite de tanto sossego aos Ajacieden, mas já suficiente ao resultado almejado. E o segundo tempo serviria para ratificar o triunfo dos holandeses.

Os primeiros minutos da etapa complementar ainda guardaram certo equilíbrio. Se Quincy Promes assustou de um lado, Jonathan Ikoné jogou fora mais uma oportunidade claríssima do outro. O atacante recebeu o passe limpo de Osimhen, mas exagerou na força e isolou mesmo com Onana fora da meta. Tudo o que o Ajax queria. Não demorou muito para sair o segundo gol. Em meio à trocação das equipes, coube a Ziyech desequilibrar. Recebeu a bola na direita e fintou a marcação, antes de descolar o cruzamento na medida para Promes escorar na área.

O Lille não se entregava e tentava diminuir a diferença. Esbarrou em Onana, um gigante na sequência de defesas realizada aos 26. O goleiro espalmou o chute colocado de Bamba, antes de rebater no reflexo a tentativa de Yusuf Yazici logo depois. O duelo intenso teria seu ritmo quebrado por um menino, que invadiu o campo só para abraçar Ziyech. Depois disso, o Ajax ficou bem mais próximo do terceiro. Ziyech teve um gol anulado por toque de mão, enquanto Donny van de Beek carimbaria a trave. Apesar dos sustos, foi uma vitória merecida dos holandeses.

O Ajax vai para a última rodada na liderança do Grupo H. Soma dez pontos e depende apenas de um empate contra o Valencia, na Johan Cruyff Arena, para seguir aos mata-matas. Se perder, os Godenzonen precisarão contar com um tropeço do Chelsea em Stamford Bridge diante do Lille. Os Dogues, todavia, já não têm mais esperanças. Com um mísero ponto conquistado, estão eliminados e não podem sequer ser repescados à Liga Europa.

Classificações Sofascore Resultados