A campanha marcante do Ajax na Champions League da temporada passada foi mais do que um grande sucesso coletivo – foi a realização pessoal para muito jogador. Individualmente, o time de Amsterdã também brilhou, e em meio aos nomes de grande destaque esteve o do marroquino Hakim Ziyech. A expectativa era de que, assim como De Jong e De Ligt, o atleta deixasse os Ajacieden. Mas uma proposta boa não se materializou, e Ziyech definiu sua permanência no time, renovando contrato até 2022.

Em entrevista ao jornal holandês Algemeen Dagblad, o ponta mostrou um lado que pouco se vê atualmente no futebol. Não tão preocupado com o fator financeiro, Ziyech ama jogar futebol e busca estar em um time que torne prazerosa a experiência de ser jogador. Algo que encontrou no Ajax.

“Eu gosto muito de jogar pelo Ajax, é uma boa sensação. Tenho certeza de que o Sevilla é um clube legal, mas eu sempre disse que tudo tinha que ser do jeito certo caso eu fosse mudar de clube.”

O Sevilla, citado pelo atleta, foi um dos interessados em sua contratação, com o Bayern de Munique sendo outro nome bastante falado. A proposta, no entanto, não chegou – o time ainda tentava Sané, do Manchester City. Ziyech, no entanto, queria definir sua situação.

“Eu poderia ter esperado pelo Bayern de Munique, é verdade. Mas pareceu o momento certo para esclarecer minha situação, tanto para o Ajax quanto para mim mesmo. Se um clube me quisesse, ele poderia ter feito a movimentação. Acho que todos viram o que fizemos com o Ajax e qual foi meu papel nesse sucesso”, afirmou.

Ziyech diz que uma transferência nunca foi um grande objetivo de sua carreira. Seus parâmetros de jogo são altos, o Sevilla não os preenchia, e pressa o jogador não tem. “Se o clube certo não aparecer, que seja.”

De contrato novo, o marroquino garante ficar em Amsterdã nesta temporada. E elenca os motivos pelos quais a nova campanha tem tudo para ser tão divertida quanto a anterior – ainda que sem o mesmo sucesso surpreendente. Mas nem isso Ziyech quer descartar.

“Temos um belo time, a atmosfera é ótima, e estou ansioso para provar que o sucesso da temporada não foi um acaso. Estou feliz aqui. O dinheiro não é uma questão para mim. Amo futebol e, aqui, tenho a melhor experiência de futebol. Ataque com a bola e pressão sem ela. Eu me desenvolvi em ambas as áreas do jogo e gosto das duas coisas. Isso tira o melhor de mim. Todo jogador deveria tomar suas próprias decisões.”

A saída de Ziyech do Ajax tinha tudo para ser uma das certezas da janela do clube. Overmars, diretor de futebol, já havia confirmado sua partida ao fim da temporada passada. Por um acordo que tem com o clube, o marroquino poderia deixar a equipe rumo a um time de grande expressão caso uma proposta de £ 25 milhões chegasse. No fim das contas, isso nunca se materializou.

Ótimo para o Ajax, que mantém um de seus principais jogadores da histórica temporada 2018/19, que teve títulos de Eredivisie e Copa da Holanda, além de uma campanha semifinalista na Champions League. Com 21 gols e 24 assistências na temporada passada, Ziyech, de apenas 26 anos, ainda tem muito a render.