Rodrygo tem sido uma das gratas surpresas na temporada do Real Madrid. Quando se esperava que o brasileiro ainda passasse por um período de adaptação no Castilla, ele conquistou seu espaço no elenco principal e se tornou titular de Zinedine Zidane nas últimas partidas. Ocupando a posição que teoricamente seria de Gareth Bale, na ponta direita, o novato agrada por sua participação intensa e também por seus gols. Na quarta, Rodrygo balançou as redes pela segunda vez no Campeonato Espanhol, ao abrir o placar na goleada por 5 a 0 sobre o Leganés. E ganhou os elogios do chefe.

“Rodrygo tem personalidade e me alegro muito por seu gol, por mais que ele não tenha muita idade para marcar aqui no Bernabéu. São só 18 anos. Pouco a pouco, ele se mostra cada vez melhor na equipe”, analisou Zidane. “A verdade é que, ao final, estamos contentes, porque cada novo jogador traz algo à equipe. Quando conseguem jogar, se saem bem. Quando recebem minutos, precisam aproveitar. Fede, Rodrygo…”.

Rodrygo havia causado impacto imediato em sua estreia, ao sair do banco e precisar de minutos para balançar as redes na vitória sobre o Osasuna. Ganhou a posição na última semana, durante a visita ao Galatasaray pela Champions e voltou ao 11 inicial diante do Leganés. Além de ser oportunista para abrir o placar logo no início do jogo, participou bastante das jogadas ofensivas dos merengues, além de se esforçar na marcação. Continuará ganhando sequência.

A situação de Rodrygo contrasta ao que vive Vinícius Júnior. Enquanto o ex-santista demonstra certa frieza nestes primeiros momentos, o antigo prodígio rubro-negro não consegue emendar uma sequência, ansioso por sua redenção. Até anotou um golaço contra o Osasuna, mas não se saiu bem quando reapareceu entre os titulares ante o Mallorca. Nesta semana, sequer foi relacionado contra o Leganés. Zidane, entretanto, coloca panos quentes e pede paciência, valorizando o empenho do brasileiro.

“Não aconteceu nada com Vinícius. É um jogador como os demais e agora não foi relacionado, mas não significa nada. Ele conta como os demais. É preciso pensar que no ano passado Hazard não estava, agora ele ocupa a mesma posição. Vinícius deve seguir trabalhando, seguirei contando com ele. Ele sabe disso. É algo complicado ficar fora, mas acontece com todos. Vejo Vinícius muito motivado e está trabalhando para acompanhar o ritmo. Quer jogar e aproveitar. Vejo isso com bons olhos”, destacou.

Zidane aproveitou a ocasião para exaltar outras jovens promessas que despontam no Real Madrid. O uruguaio Federico Valverde é mais um que vem jogando bem com os merengues, exibindo uma naturalidade imensa no meio-campo. O jovem de 21 anos preenche a faixa central e se torna um nome imprescindível, com uma sequência de ótimas atuações desde setembro. Zizou até comparou se o charrua poderá emular a ascensão de Casemiro no time.

“Se ele joga, tem motivo para isso. Eu creio que está demonstrando sua qualidade. Sempre demonstra, o que é importante. Pensamos em seu futuro, mas Fede já é o presente. O que me impressiona é que ele é forte e rápido, mas também muito contundente. Quando ele precisa ir a uma bola… vai por todas, na defesa ou no ataque. Está se saindo bem”, salientou.

Por fim, Zidane também guardou os seus elogios a Luka Jovic, que saiu do banco contra o Leganés e finalmente anotou o seu primeiro gol pelo clube: “No caso de Jovic, também ficamos alegres, porque ele precisava do gol. Ele não joga muito no momento. Substituir Benzema e marcar é importante para que ele conquiste o seu espaço. Foi um grande gol. É um artilheiro nato e procura sempre marcar”.

O Real Madrid enfrentará o Betis neste sábado, no Bernabéu. Zidane voltou a relacionar Vinícius Júnior e é possível que o treinador rode a equipe, pensando no reencontro com o Galatasaray no meio de semana. Mais uma brecha para a garotada se firmar neste período de transição aos merengues.