Zico, técnico do Iraque, critica gramado artificial de Cingapura

Zico, técnico da seleção do Iraque, criticou o gramado do estádio Jalan Besar, onde o time enfrenta Cingapura pelas eliminatórias para Copa do Mundo, nesta terça-feira.

O estádio tem grama artificial, o que o brasileiro considera inadequado para o futebol profissional. “Eu não gosto do campo, da grama. Eu acho que um bom jogo é disputado em grama natural”, disse o treinador, de 58 anos.

“Talvez para escolas, para os jovens esteja bom, mas não para futebol profissional. Eliminatórias para a Copa do Mundo precisam de grama natural”, afirmou ainda Zico.

A grama sintética foi aprovada pela Fifa e Zico reclamou do pouco tempo de recuperação depois da derrota por 2 a 0 para a Jordânia na abertura do Grupo A. O time está em terceiro nas eliminatórias asiáticas da Copa do Mundo.

“Depois do jogo, foi impossível relaxar, os jogadores estavam cansados, eles tiveram que viajar de avião, um longo vôo”, reclamou o treinador. “O último dia de viagem foi difícil para nós, são 30 horas do Iraque até aqui”, disse. “È difícil para os jogadores, eles não são máquinas. Dois jogos em quatro dias, nesse momento, é muito ruim para o Iraque”.

Os times farão a segunda partida das eliminatórias asiáticas para a Copa do Mundo nesta terça-feira. No Grupo A, o Iraque perdeu para a Jordânia por 2 a 0, enquanto a China venceu Cingapura por 2 a 1.