Nicolò Zaniolo rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito em janeiro. Retornou à Roma após a paralisação pela pandemia e, então, rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. Diante de mais um longo período de recuperação, o garoto italiano deu uma entrevista otimista, até brincou com a situação e disse que está contando os dias para voltar.

“Eu já sei tudo, sei que será difícil, mas gosto de pensar que será uma experiência que me moldará. Já estou fazendo a contagem”, afirmou o garoto de 21 anos que ficou pouco menos de seis meses longe dos gramados após a primeira lesão ao Corrierre dello Sport. “Nunca pensei em desistir, nem quando percebi que havia acontecido novamente. Digamos que eu não tenho mais joelhos sobrando. Já tive minha parcela de má sorte”.

Recebeu a notícia por meio de uma ligação de seu agente, Claudio Vigorelli. “A mesma lesão da outra vez. Idêntica”, disse o empresário. “O que pensei?”, lembrou Zaniolo. “No momento, não tive tempo de pensar em nada. Mais tarde, disse a mim mesmo: nããããão, de novo, eu havia acabado de sofrer (a lesão) e tenho que recomeçar”.

Após uma das lesões mais sérias que um jogador pode sofrer, Zaniolo retornou aos gramados no começo de maio e foi majoritariamente reserva nas partidas pós-paralisação que encerram a Serie A. O segundo infortúnio aconteceu em um jogo da Liga das Nações, pela seleção italiana, contra Países Baixos.

.