Xavi: “Messi ainda tem cinco ou sete anos muito bons, ele se cuida muito”

Contrariando o que havia dito o diretor-esportivo do Barcelona, Eric Abidal, Xavi confirmou que recebeu proposta para treinar o Barcelona em janeiro, quando Ernesto Valverde foi demitido, e a recusou por não achar que era o momento certo. Espera comandar os blaugranas no futuro e acha que tem uma boa chance de ainda treinar um excelente Lionel Messi.

[foo_related_posts]

Samuel Eto’o, companheiro de live de Xavi, afirmou que gostaria de vê-lo no Barcelona a tempo de comandar Messi, atualmente com 32 anos, e o treinador do Al Sadd, do Catar, respondeu: “Isso seria um bônus. Para mim, é o melhor jogador do mundo e da história. Messi ainda tem cinco ou sete anos muito bons. Ele se cuida e pode seguir até os 37, 38 ou 39. No Mundial do Catar, com certeza jogará”.

Talvez pensando no elenco que um dia provavelmente herdará, Xavi se mostrou a favor de um retorno de Neymar, muito especulado no começo da temporada. “Do ponto de vista do futebol, não há dúvida de que está entre os três ou cinco melhores do mundo. Espero que volte ao Barça. Sou do Barça e quero os melhores ali. Já fui companheiro dele e ele tem um caráter positivo, somaria muito ao Barça, seria uma contratação extraordinária”, disse.

Por fim, explicou por que, após conversar com a cúpula do Barcelona, decidiu não aceitar a proposta, que acabou sendo estendida a Quique Setién. “Não era o momento. Preciso de mais experiência. Treinar o Barça é meu sonho. Eu gostaria algum dia, disse isso muita vezes”, terminou.

.