Xavi Hernández nunca foi famoso pelos gols. Com a camisa do Barcelona, sua média era aproximadamente de um a cada dez partidas (85 em 769 jogos). No Catar, tem encontrado uma veia mais artilheira, ajudado pelo baixo nível técnico dos adversários. Nesta terça-feira, ele chegou a 21 em 80 duelos pelo Al Sadd, com os dois tentos do seu time no empate por 2 a 2 contra o Pakhtakor, do Uzbequistão, pela Champions League da Ásia.

Foi apenas a quarta vez em toda sua carreira que Xavi marcou dois gols no mesmo jogo. E três dessas ocasiões foram no Catar. Além da partida desta terça-feira, aconteceu na vitória por 3 a 1 sobre o Al-Wakrah, em fevereiro de 2017, e no 3 a 2 contra o Al Khor, em dezembro daquele mesmo ano. Pelo Barcelona, apenas uma vez: na goleada por 4 a 1 sobre o Málaga, em novembro de 2008.

E os dois foram bonitos. Ele abriu o placar, aos seis minutos, completando de primeira o passe de Baghdad Boudjenah, no ângulo do goleiro. O Pakhtakor empatou com Alidjanov, três minutos depois, e Xavi voltou a colocar o Al Sadd à frente, com uma precisa cobrança de falta, aos 16. Dragan Ceran deu números finais ao placar, antes do intervalo.

.