A vitória no dérbi catalão deste sábado (4) parecia segura ao Barcelona. Com grande atuação de Suárez, os blaugranas venciam o rival Espanyol até os minutos finais do jogo. Porém, o chinês Wu Lei apareceu para buscar o empate em 2 a 2 e jogar água no chope do Barça, que esperava encerrar o primeiro turno isolado na liderança de La Liga.

Se não há dúvidas de que Luis Suárez já não é mais o mesmo atacante explosivo dos tempos de Liverpool e primeiros anos de Barcelona, o uruguaio segue significativamente decisivo. Depois da derrota por 1 a 0 no primeiro tempo, com gol marcado por David López, o atacante liderou a reação do Barça na segunda etapa.

Primeiro com sua faceta de centroavante, aparecendo habilmente no lugar certo para desviar cruzamento de Alba e empatar, aos cinco da etapa complementar. Depois, fazendo o trabalho de um refinado armador, driblando a marcação em um curto espaço e cruzando de trivela, com efeito, para Vidal cabecear e virar o jogo aos 14 minutos.

Últimos dez gols do Barcelona em La Liga foram marcados por Suárez ou vieram de assistências do uruguaio.

Seis minutos depois, teve a oportunidade de possivelmente matar o jogo, mas desperdiçou e pôs a perder também sua história de protagonista. Messi fez grande jogada individual e tocou com maestria para o camisa 9, entre os zagueiros. Frente a frente com o goleiro Diego López, Suárez parou no adversário.

Dez minutos mais tarde, Frenkie de Jong levou seu segundo cartão amarelo na partida e foi expulso pela primeira vez em sua curta carreira profissional. O contratempo blaugrana certamente foi um empurrão para o Espanyol na reta final.

Wu Lei, aos 43 do segundo tempo, observou o espaço deixado por trás da zaga e correu pelas costas de Lenglet para receber o passe de Matías Vargas. Em diagonal, bateu rasteiro para derrotar o goleiro Neto e decretar o 2 a 2.

Real vence Getafe

Embora siga na liderança, o Barcelona perdeu a chance de terminar o primeiro turno isolado na primeira colocação. Com o empate, viu o Real Madrid igualar seus 40 pontos depois da vitória por 3 a 0 sobre o Getafe, fora de casa, também neste sábado.

No duelo da comunidade autônoma de Madri, Varane marcou duas vezes no primeiro tempo, e Modric, já no fim do duelo, fez o terceiro gol. Apesar do placar, o grande destaque foi mesmo Courtois, que teve uma de suas melhores atuações desde que chegou aos madridistas.

Com todo um turno ainda à frente, é difícil apontar um favorito entre Real Madrid e Barcelona, que alternam tropeços e boas atuações recentes entre si. A impressão, no entanto, é de que a curva de ascensão do time de Zidane é mais constante e longeva.