O Wolverhampton conseguiu uma vitória de virada emocionante contra o Tottenham neste domingo. Apesar do jogo ser em Londres, no Tottenham Stadium, os visitantes conseguiram sair com a vitória por 3 a 2. Por duas vezes os visitantes estiveram atrás no placar e tiveram que buscar a virada. Um dos grandes responsáveis foi o atacante Diogo Jota, português, que fez um gol e deu a assistência para a virada. Curiosamente, um protagonista português em um jogo que teve o duelo de técnicos portugueses, José Mourinho pelo Tottenham e Nuno Espírito Santo nos Wolves.

Os técnicos são conhecidos entre si. Nuno foi jogador de Mourinho na época que este era treinador do Porto. Era o reserva de Vitor Baía. De goleiro reserva se tornou técnico e vai conquistando mais sucesso nesta carreira do que na anterior. Pelos Wolves, enfrentou seu antigo treinador e saiu com uma vitória marcante.

Ainda sem poder contar com seus dois principais jogadores, Harry Kane e Son Heung-min, Mourinho armou o seu ataque com Lucas Moura, Dele Alli e Steven Bergwijn. E foi este último que abriu o placar, aos 13 minutos. Lo Celso abriu para Aurier na direita, que cruzou rasteiro para Dele Alli. Ele chutou de primeira, o goleiro Rui Patricio fez a defesa, mas no rebote Bergwijn mandou para a rede.

O empate veio aos 26 minutos. Em uma boa jogada pela esquerda, Vinagre foi até a linha de fundo e cruzou. Japhet Tanganga cortou, mas a bola ficou de presente para Matt Doherty, que aproveitou, livre, e mandou para a rede: 1 a 1, aos 27 minutos. Antes do fim do primeiro tempo, porém, o placar novamente foi movimentado. Dele Alli tocou para Sserge Aurier, pela direita, e o lateral fez o drible na marcação e, de pé esquerdo, chutou bonito para fazer 2 a 1, aos 45 minutos.

Só que a vantagem durou pouco. No início do segundo tempo, o Wolverhampton empatou. Adama Traoré resistiu a um tranco forte, manteve a posse de bola e tocou para Raúl Jiménez. O camisa 9 abriu o jogo para Doherty na direita e ele cruzou rasteiro. Diogo Jota, na segunda trave, embaixo do gol, aproveitou para marcar: 2 a 2, aos 12 minutos.

Tudo estava aberto. E Diogo Jota, que quase tinha empatado minutos antes de marcar o seu gol, em uma cabeçada, continuou a levar problemas aos Spurs. Diogo Jota correu pelo lado direito, avançou, tirou da marcação em velocidade e abriu na direita com Jiménez. O camisa 9 recebeu, ameaçou o chute, fintou o zagueiro Tanganga e finalizou para marcar: 3 a 2, aos 28 minutos. E virada dos Wolves.

A vitória fez com que o Wolverhampton tomasse a sexta posição do Tottenham. A briga pela quarta posição parece ter um novo time, com os Wolves se colocando na disputa, até pela pontuação e posição. Teremos um final de temporada bastante movimentado.

Classificações Sofascore Resultados