Willian tem tudo para construir uma das carreiras mais consistentes entre os brasileiros que atuaram na Inglaterra. Esta já é sua quinta temporada pelo Chelsea, com o qual conquistou dois títulos da Premier League, além de ser eleito o “jogador do ano” pelos Blues em 2015/16. E, adorado pelos torcedores londrinos, o camisa 22 certamente ampliou um pouco mais esta reputação depois do que fez nesta sexta. Tudo bem, o Hull City está longe de ser um grande desafio. Independentemente disso, o meia protagonizou uma atuação de gala na Copa da Inglaterra. Em noite completamente brilhante do paulista, a equipe de Antonio Conte goleou por 4 a 0 e avançou às quartas de final.

A magia de Willian se viu de diferentes formas em Stamford Bridge. Em um time misto, o ponta assumiu a responsabilidade como maestro. E gastou a bola durante os 90 minutos. Partiu para cima dos adversários, driblou, armou. Deu passes de efeito e ludibriou quem tentasse o marcar. Mas, mais importante, foi efetivo para garantir a vitória. Anotou dois gols, o primeiro e o terceiro de sua equipe. Aos dois minutos, em bola roubada no campo de ataque, o brasileiro deixou o defensor perdido antes de mandar no ângulo. Já aos 32, recebeu no meio e bateu de fora da área, no cantinho, em bola que tocou a trave antes de entrar.

Pedro assinalou o segundo gol. Aproveitou um passe sensacional de Cesc Fàbregas para fuzilar na saída do goleiro. Já o quarto coube a Oliver Giroud, seu primeiro pelo Chelsea. O centroavante, que já tinha dado as duas assistências para Willian, recebeu passe de Emerson Palmieri, escorou meio sem jeito e fechou a conta ainda aos 42. No segundo tempo, Willy Caballero pegou um pênalti de David Meyler. E a goleada só não foi mais ampla porque a trave impediu a tripleta de Willian, que permanecia comendo a bola.

Se a situação na Premier League não anda muito animadora, a Copa da Inglaterra mantém as perspectivas de título ao Chelsea. E agora os Blues se concentram na sua principal frente, a Liga dos Campeões. As dificuldades são evidentes ao encarar o Barcelona na próxima semana. Mas entre aqueles nos quais os Blues precisarão confiar para uma surpresa, Willian ratifica o seu nome. Resta saber se Conte, que nem sempre escala no brasileiro entre os titulares, aproveitará o momento e a fome de bola do camisa 22.