Arjen Robben estourou para o futebol no PSV. O atacante iniciou sua carreira no Groningen, mas em Eindhoven é que ganhou projeção internacional. Duas temporadas que foram suficientes para a sua idolatria entre os Boeren. O holandês conquistou seu primeiro título nacional em 2002/03, assim como foi eleito o melhor jovem do campeonato, e na mesma época despontou para a seleção principal. Já em 2004, ficou difícil de segurá-lo. Aos 20 anos, foi vendido ao Chelsea por €18 milhões. Deixou os alvirrubros com 75 jogos e 21 gols.

Muitas coisas aconteceram nestes últimos 12 anos. Mesmo assim, a torcida do PSV não se esqueceu da grandeza de seu velho conhecido. Robben foi titular pelo Bayern de Munique e permaneceu em campo até o início do segundo tempo. Ao ser substituído, recebeu uma enorme ovação dos alvirrubros nas arquibancadas do Estádio Philips. Já ao final do jogo, voltou para saudar os antigos torcedores. Pouco importa o lado em que o craque esteja agora, diante da vitória dos bávaros por 2 a 1. O que vale é o reconhecimento daquele que ajudou a fazer os Boeren um pouco mais vitoriosos.