O ambiente em muitas categorias de base não costuma ser dos mais saudáveis. Em busca do sonho de se tornar jogador de futebol, os garotos veem as cobranças começarem em casa. Os clubes, por sua vez, nem sempre possuem a mentalidade voltada para formar o jogador – a política de resultados vale mais para garantir empregos e investimentos. Pois um retrato brutal disso veio da Romênia, neste final de semana. O técnico dos juvenis do CSMS Iasi, da segunda divisão local, tomou uma atitude absurda contra um de seus comandados.

Durante um jogo no último sábado, Liviu Petrache distribuiu pontapés em Codrin Tirisca, jogador de 16 anos de sua equipe. O treinador acusou o garoto de organizar uma noitada entre os jovens, que voltaram apenas no início da madrugada para a concentração. Em entrevista à Gazeta Sporturilor, Tirisca justificou a saída por causa da comida oferecida no local, que não estava boa. Após uma série de desencontros, ele e o restante do elenco resolveram ir a uma lanchonete depois da meia-noite. Já o técnico, que havia se retirado após o jantar por conta de uma dor de dente, soube da história apenas pela recepcionista do local onde se concentravam.

Independente da razão, nada justifica a violência. Enquanto o pai do garoto cogita processar o treinador, o clube também promete medidas duras. “É uma conduta inadmissível. Uma pessoa dessas não tem o que fazer no esporte. Estamos conduzindo uma investigação interna para averiguar esse episódio inaceitável”, declarou Florin Prunea, goleiro titular da Romênia na Copa de 1994, que hoje preside o Iasi. Ainda assim, Petrache já foi demitido pelo clube.

Incident șocant în Liga Elitelor U17: ”Te mutilez!” :O :O :OUn antrenor român și-a bătut jucătorul în timpul unui meci de campionat: http://bit.ly/1MATjiV

Posted by Gazeta Sporturilor on Domingo, 1 de novembro de 2015