[Vídeo] Neymar foi capaz de um lindo gesto para fazer a alegria de dois torcedores adversários

Atacante entregou sua camisa a um rapaz cadeirante, enquanto recebeu um longo abraço de outro portador de Síndrome de Down

Foi uma partida protocolar do Barcelona. Se as expectativas eram de goleada na visita ao Sporting de Gijón, os blaugranas as cumpriram sem muitos problemas, anotando 5 a 0 no placar. Neymar, por sua vez, foi o grande destaque da partida. E nem tanto por sua participação decisiva na construção da vitória, mas pelo grande gesto que protagonizou após o apito final. Ao invés de trocar de camisa com algum adversário, o brasileiro se dirigiu à lateral do campo, onde pessoas com deficiências assistiam à partida. Entregou o uniforme a um cadeirante, enquanto recebeu um carinhoso abraço de um rapaz com Síndrome de Down. Linda cena explicitada pela reação dos dois alvirrubros.

Enquanto a bola rolou, o Sporting equilibrou as ações ofensivas no início e o primeiro gol do Barça saiu apenas aos 30 minutos. Após erro da zaga, Arda Turan lançou Luis Suárez, passando pelo goleiro e tocando sem maiores dificuldades. Pouco depois, a situação se tranquilizou em ótimo cruzamento de Sergi Roberto que Rafinha completou. O massacre, contudo, só ganhou forma nos 10 minutos finais, depois que os alvirrubros ficaram com um jogador a menos.

Centralizando e ajudando na armação, Neymar fez o terceiro em rebote, aos 36 do segundo tempo. No quarto, outro serviço de Sergi Roberto, desta vez para Turan. O quinto contou com excelente enfiada de Denis Suárez para Neymar, que ainda poderia ter marcado o sexto nos acréscimos, mas carimbou a trave. Isso antes de fazer o seu verdadeiro golaço com os torcedores adversários em Gijón.

O Barcelona chega aos 13 pontos, assumindo provisoriamente a liderança, mas podendo perder até duas posições. Os blaugranas voltam a campo na quarta, visitando o Borussia Mönchengladbach, antes de pegar o Celta de Vigo na próxima rodada do Espanhol.

Abaixo, o momento da entrega da camisa e os dois gols de Neymar: