Um tempo após sua fase de lesões e influenciado pelo crescimento de Neymar, Messi cresceu como assistente. Sua facilidade em colocar companheiros na cara do gol já esteve com o argentino nas temporadas passadas, mas tem se acentuado recentemente. Desde o início do ano, o faro de goleador parece se aproximar daquele de sua principal fase, e o craque tem unido os dois para participar de boa parte dos gols do Barcelona. De olho nesse lado “criador” do camisa 10, um fã do argentino resolveu compilar as melhores jogadas de articulação do jogador em um vídeo muito bom.

VEJA TAMBÉM: Comparação com CR7 só comprova a ótima temporada de Neymar

Passes curtos, cruzamentos altos, rasteiros, enfiadas de bola pelo chão, viradas de jogo de um lado do campo para o outro, bolas cavadas por cima da linha de defesa adversária… Escolha o tipo de passe, e é bem provável que Messi domine como poucos a técnica de fazê-lo. O vídeo, de mais de dez minutos, deixa isso bem claro. É um número incrível de situações normais que, em questão de segundos, se transformam em lances perigosos para os oponentes do Barça por causa de um toque do argentino.

No Campeonato Espanhol, Messi é o maior assistente, com 12 passes para gols de companheiros. Cristiano Ronaldo, o segundo colocado, aparece com nove. Duas dessas 12 assistências vieram na rodada passada, no 5 a 2 sobre o Athletic Bilbao, no País Basco, onde normalmente o Barça tem vida difícil. O protagonismo do camisa 10 cresceu sobretudo a partir da derrota para a Real Sociedad no início de janeiro, quando foi ensaiada uma grande crise no vestiário blaugrana, mas rapidamente dispensada com os resultados que vieram a seguir: nove vitórias em nove jogos.

Messi foi fundamental nesse período de dissipação de uma crise que tinha ele próprio como uma das figuras principais. Marcou oito gols e deu cinco assistências nas cinco rodadas que se seguiram ao jogo inaugural do ano. O Barcelona de Luis Enrique nunca esteve em melhor forma que agora, o trio formado pelo argentino ao lado de Suárez e Neymar parece se entender melhor a cada final de semana, e, com o camisa 10 “ameaçado” pela possibilidade de Cristiano Ronaldo alcançá-lo no número de conquistas da Bola de Ouro, vale a pena acreditar que o momento fantástico de Messi irá durar por muito mais tempo.