Cristiano Ronaldo sempre foi visto como uma grande promessa no Sporting. O garoto nascido na Ilha da Madeira combinava muito talento e uma capacidade física impressionante – que, aos 15 anos, lhe permitiu se recuperar de uma cirurgia no coração em poucos dias. Dois anos depois, fazia sua estreia pela equipe principal dos leoninos. E só teve uma temporada para encantar os sportinguistas. Porque, afinal, não demorou muito para que outros clubes crescessem os olhos sobre o craque que começava a surgir.

LEIA MAIS: Impossível? Cristiano Ronaldo tem tudo para fazer recorde de Messi virar pó em pouco tempo

O Arsenal chegou a demonstrar interesse, enquanto o Real Madrid fez uma proposta de £8 milhões. Entretanto, o Manchester United observava o garoto desde 2002, por indicação de Carlos Queiróz. E arrematou o negócio de £12 milhões graças a um jogo. Os Red Devils foram convidados pelo Sporting para inaugurar o Estádio José Alvalade XXI, reconstruído para a Eurocopa de 2004. E Cristiano Ronaldo tratou de aproveitar a oportunidade para se mostrar. O dia 6 de agosto de 2003 foi definitivo para a sua carreira.

O gajo tornou a vida da defesa do United um inferno, abusando dos dribles e dos lances de efeito. No primeiro toque de bola, deixou O’Shea sem rumo e arrancou elogios de Sir Alex Ferguson – segundo a própria biografia do treinador. No intervalo, o escocês já mandara os seus diretores negociarem com os representantes do jovem. “Você está assistindo a um jogo quando vê um George Best, um Ryan Giggs, um Bobby Charlton. Isso que eu senti naquele dia em Lisboa. Uma revelação. Foi o maior surto de empolgação que eu experimentei como técnico de futebol”, escreveu Ferguson. O camisa 28 não marcou gols na vitória por 3 a 1, mas já tinha feito o suficiente.

Seis dias depois do amistoso, Cristiano Ronaldo era apresentado em Old Trafford. “Nós estávamos negociando por Ronaldo há algum tempo. Depois que jogamos contra o Sporting na semana passada, os jogadores passaram a falar sobre ele nos vestiários, e pediram para que eu o contratasse quando estávamos no avião. Assim é que eles o avaliaram muito bem. É um dos jogadores jovens mais impressionantes que eu já vi”, declarou Ferguson na época.

O resto da história, bem, isso vocês já sabem.