Faz exatamente uma semana que os efeitos da estrondosa declaração dada por Lionel Messi tomam conta da Argentina. Suposta lavagem de dinheiro durante o mandato de Cristina Kirchner? A piora na economia e a queda do PIB do país desde que Macri assumiu o poder? São pautas que preocupam o cidadão argentino, mas nada que se compare à repercussão do desejo de renúncia do camisa 10 da Albiceleste. Depois dos diversos apelos vindos das redes sociais, de autoridades do governo, das ruas de Buenos Aires, da maior parte da imprensa e até mesmo de alguns críticos, chegou a vez de Deus suplicar pelo “fico” daquele que é, segundo a própria divindade, o maior jogador de todos os tempos.

VEJA TAMBÉM: A renúncia de Messi virou motivo de protesto para um punhado de fanáticos em Buenos Aires

Como parte da campanha “No te vayas, Lio”, uma produtora criou um vídeo que não nega de qual país veio a ideia (lê-se um vídeo super apelativo, mas bem bolado, no melhor estilo Argentina). No filme de quase três minutos de duração, imagens de Messi atuando pelo Newell’s Old Boys, ainda criança, pelo Barcelona e com a camisa albiceleste são mostradas enquanto uma voz como se fosse a de Deus implora que o camisa 10 não abandone a seleção nacional. “As pessoas podem ser muito cruéis e criticar quem é diferente”, diz a voz ao consolar Messi por conta dos julgamentos que recebeu por ter perdido um pênalti na decisão da Copa América Centenário, que, apesar de poucos, foram determinantes para que o atacante tomasse sua decisão. Confira o vídeo:

TRIVELA FC: Conheça nosso clube de relacionamento, marque um gol pelo jornalismo independente e ganhe benefícios!