O Atlético Paranaense pôde se sentir em casa novamente nesta quarta-feira. A partida contra o Criciúma, pela Primeira Liga, marcou a reabertura da Arena da Baixada – que substituiu a grama natural por material sintético. E independente do debate sobre a questão, a torcida mostrou que, ao menos nas arquibancadas, a força do Furacão continua a mesma de sempre. Os rubro-negros quebraram o recorde de público em jogos do clube no estádio, com 35,7 mil presentes, superando a inesquecível final do Brasileirão de 2001 – e 33,2 mil pagantes, segunda maior marca do futebol brasileiro em 2016. Multidão que acabou premiada com a vitória por 1 a 0.

A euforia dos atleticanos se evidenciou antes mesmo do jogo começar, com bandeiras estendidas pelos quatro cantos da Baixada. Já quando a bola rolou, o espetáculo teve sequência nos cânticos e no sincronismo de gestos para empurrar o time. Deu certo. Aos 42 minutos do segundo tempo, Otávio acertou o chute que definiu o placar. Escancarou a razão para tamanha festa dos rubro-negros. Vale conferir as cenas: