A Comissão Disciplinar da Conmebol decidiu punir o Vélez Sarsfield pela confusão que sua torcida se envolveu no jogo contra o Peñarol, pela Libertadores. As torcidas dos dois times entraram em confronto no estádio Centenario, em Montevidéu, e foi preciso intervenção da polícia. O clube argentino terá que jogar com portões fechados no jogo contra o Peñarol, no returno, no dia 12 de março.

Segundo o comunicado da Conmebol, somente os profissionais envolvidos no jogo, entre jogadores, comissão técnica, dirigentes, funcionários da segurança, polícia e imprensa poderão entrar no estádio para o jogo. O detalhamento das pessoas que poderão entrar no estádio é uma consequência do que aconteceu com o Corinthians, que ameaçou impedir a imprensa de entrar no estádio do Pacaembu contra o Millonarios porque o comunicado da Conmebol falava apenas em “portões fechados”.

O Vélez não poderá ter torcedores visitantes até a semifinal da competição. O que significa que só se o clube chegar à final da Copa poderá vender ingressos de visitantes. O clube ainda pagará US$ 100 mil de multa, que será descontado automaticamente dos direitos de TV recebidos pelo clube. Por fim, se qualquer incidente parecido se repetir nos próximos cinco anos, o clube terá uma punição ainda maior.