A disputa no Grupo 4 da Libertadores está acirrada, mas o Vélez Sarsfield mostrou força na noite de terça. O time jogou com portões fechados contra o Peñarol e venceu de virada por 3 a 1, se isolando na liderança da chave.

O Fortín jogou de portões fechados na Argentina como punição da Conmebol por sua torcida ter se envolvido em uma briga com a torcida do Peñarol no Uruguai. E o drama argentino parecia que seria maior quando Fabian Estoyanoff abriu o placar para o Peñarol aos 24 minutos. Mas a vantagem não durou muito. Aos 29, Enrique Bologna marcou contra e o Vélez empatou.

No segundo tempo, o meia Federico Insúa, aos 30 minutos, converteu o pênalti e virou o jogo para o Vélez. Aos 32, Jonathan Copete marcou mais um e fechou o placar no estádio José Amalfitani. O Vélez chega a nove pontos, contra seis do Peñarol e do Emelec. O Deportes Iquique tem três pontos.

Libertad e Sporting Cristal só empatam no Peru

Pelo Grupo 2, o mesmo do Palmeiras, o Sporting Cristal recebeu o Libertad e ficou no 1 a 1. O resultado leva os paraguaios a oito pontos e os peruanos chegam a cinco. Tigres e Palmeiras têm três pontos cada um. O atacante Pablo Velázquez abriu o placar para o Libertad aos oito minutos do segundo tempo. O empate veio com Irven Ávia, aos 29 minutos.

Na próxima teça-feira, dia 2 de abril, o Palmeiras recebe o Tigre em São Paulo, fechando a quarta rodada desta grupo. Quem vencer chega a seis pontos e ultrapassa o Sporting Cristal. Empate mantém as mesmas posições.