O atacante Robin van Persie tem um início de temporada animador. Depois de trocar o Arsenal pelo Manchester United, causando polêmica por trocar de time para um clube rival, o jogador já marcou quatro gols em três jogos. Na seleção da Holanda, porém, o jogador ficou no banco de reservas na partida contra a Bélgica, já sob o comando do novo técnico, Louis van Gaal. Van Persie se diz pronto para brigar por uma vaga no time titular.

Segundo os primeiros relatos, o atacante pode ser titular no jogo de abertura das eliminatórias contra a Turquia. “É um desafio. Eu quero aproveitar isso de uma maneira positiva. “Eu nunca pensei em desistir. Nunca foi uma questão para mim. Quando criança, sempre foi um dos meus objetivos [jogar pela Holanda] e eu não irei desistir por causa das emoções”, declarou o centroavante.

“Todos em suas carreiras, com exceção talvez de [Lionel] Messi e [Cristiano] Ronaldo, passam por períodos que não jogam. Mesmo os bons jogadores”, disse ainda o atacante. “A questão principal é: como eles lidam com isso? Eu penso que eu posso fazer isso de uma forma normal e positiva”, afirmou.

“Eu estou convencido que posso mudar essa situação porque eu acredito em mim mesmo e acho que eu sou um acréscimo que vale a pena para a Oranje”, declarou ainda o jogador, que declarou que o fato de não ser titular não incomoda como no início da carreira. “Se você é jovem, você às vezes é impaciente e muito emotivo. Ao envelhecer, você aprende que passar um ou dois jogos no banco não é o fim do mundo”.

Van Persie é uma das armas da Holanda que enfrenta a Turquia nesta sexta, pelo Grupo D das eliminatórias europeias para a Copa.