Robin van Persie começou a temporada voando. Depois de um desempenho satisfatório no primeiro semestre de 2018, quando retornou ao Feyenoord de seu coração, o veterano vem carregando o time neste início de Campeonato Holandês. Até o momento, anotou seis gols em sete partidas, ajudando o clube de Roterdã a brigar pelas primeiras colocações. Na rodada anterior, já tinha sido o salvador ao anotar o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Utrecht aos 42 do segundo tempo. Repetiu a dose neste domingo, decretando a virada por 2 a 1 contra o Vitesse. Contudo, já sabe que não fará o mesmo no próximo compromisso. Um carrinho bobo rendeu o cartão vermelho pouco depois.

Matus Bero abriu o placar para o Vitesse no Estádio De Kuip durante o primeiro tempo. A reação do Feyenoord só começou na etapa complementar, a partir de um tento de Eric Botteghin. Thomas Bruns foi expulso entre os aurinegros, que ainda perderam Tim Matavz, em uma séria lesão, fraturando a perna. E foi aos 42 que Van Persie apareceu. A falta parecia distante demais para se arriscar algo. Ainda assim, o capitão encheu o pé e surpreendeu batendo no canto do experiente goleiro Eduardo, que deu um passo para o lado errado e acabou falhando. Redes estufadas, o atacante comemorou cheio de marra. No entanto, um carrinho atrasado pouco depois, com a sola da chuteira, rendeu o vermelho direto. Antes do apito final, Danilho Doekhi seria o terceiro expulso do duelo.

Van Persie é o terceiro na tabela de artilheiros da Eredivisie, ao lado do também veterano Klaas-Jan Huntelaar, vestindo as cores do Ajax. O dono da Chuteira de Ouro, por enquanto, é o sueco Kristoffer Peterson, autor de oito gols e que comanda a surpreendente campanha do Heracles Almelo. A liderança isolada da competição está com o PSV, que soma 21 pontos, com 100% de aproveitamento. Logo abaixo, a briga é ferrenha. Ajax, Feyenoord e Heracles somam 16 pontos, com o clube de Roterdã em terceiro pelo saldo de gols.